54

379 28 18

"Então, estás mais bem disposta?" perguntou o Raúl assim que me viu chegar com o meu pai. Ao seu lado estava o Grimaldo.

"Sim, foi só um enjoo'zinho. Passou rápido" sorri-lhe

"Cá para mim foi das goluseimas todas que andas a comer ultimamente e da forma desalmada que andas a fazê-lo" o meu pai disse, cruzando os braços "Estás a perder forma"

"Eu sei, tenho de fazer uma dieta'zinha" bati ligeiramente na minha barriga. Não ia mentir, andava a engordar.

"Depois arrependes-te. Se vissem a quantidade de bolos que ela come de uma só vez, que confusão"

"Se tenho fome" respondi, levantando os braços em minha defesa. Eles riram.

"Bom dia rapazes," falou o Pizzi quando apareceu do balneário "mister e Maria"

"Olá Pizzi" era sempre tão esquisito quando estávamos os dois juntos com o meu pai por perto. Era quase que...desafiador.

"Já ouviram as notícias?" o Samaris sai a correr de dentro do balneário

"Quais?" perguntei, confusa do porquê de tanta agitação, visto que ele até era uma pessoa calma

"O Mitroglou vai embora" olhei para o meu pai quase que a pedir uma confirmação

"É verdade. Vamos vendê-lo ao Marselha. Hoje já não treina."

"Wow... Vamos sentir falta dele" o Grimaldo falou a olhar para o chão.

"Eu ainda preciso de ir a um sítio antes do treino. Preparem-se que eu já venho" o meu pai diz e desaparece pelo corredor. O Mitroglou saiu do balneário e olhou diretamente para mim.

"Boa sorte no novo clube" sorri-lhe. Nos últimos meses tinha-se mostrado uma pessoa diferente comigo. Agradou-me essa diferença. Ele não disse nada e simplesmente largou o saco de desporto para agarrar-se num abraço. Se ele já me tinha deixado confusa com certos comportamentos, imaginem agora. Uns segundos depois apenas murmura 'Desculpa tudo o que te fiz e que te disse'

"Mitro, o que se passa?" sussurei de volta. Estava a começar a preocupar-me seriamente com ele. Afastou o abraço e pegou de novo no saco.

"Nada, não se passa nada." apertou-me ligeiramente o ombro como que a dar-me um miminho e depois virou-se para o Pizzi "Nem sonhas metade da sorte que tens, trata bem dela"

"Eu trato, não te preocupes" sorriu-lhe e o grego sorriu também. Pegou no saco de desporto e afastou-se em direção à saída.

"Alguém se importa de me explicar o que raio se passa com o Mitroglou e o que aconteceu neste momento?" nunca me tinha sentido tão à toa como agora.

"É uma longa história. Eu torno-a simples e direta. O Mitro está apaixonado por ti." o Raúl fala. Sendo o Raúl, achei que fosse uma piada mas a cara tão séria dos três homens à minha frente não me diziam ser uma piada.

"O quê?!" afinal enganei-me. Agora sim, estava o mais à toa de sempre.

"O que vale é que já está a ultrapassar. Já esteve mais caído por ti"

"O quê?!"

"Credo, diz algo diferente de 'o quê'!" o Grimaldo ri, os dois rapazes riram também

"Não dá, foi só uma notícia demasiado chocante" sentei-me numa mesa que ali estava perto.

"Mais chocante para ele foi saber de ti e do Pizzi. Aí sim, ele azedou" o Raúl disse

"Acredito" suspirei e olhei para o meu namorado, que olhava com um sorriso para mim.

"O pior de ele ter azedado foi que esteve quase quase para dizer ao teu pai sobre ti e o Pizzi," o Samaris falou " mas desistiu da ideia porque achou que seria muito infantil da parte dele e porque te poderia trazer problemas"

"Sim, seria um bocado imaturo, afinal já é um homem de praticamente 30 anos, mas percebo o lado dele. Não é nada agradável levar um desgosto amoroso" suspirei novamente, encarando o chão.

Vamos só agradecer à  Bitch_Die_plz
por ter inspirado o fim deste capítulo, que estava inacabado, num comentário no capítulo 53 ahahaha

Groupchat (Benfica)Leia esta história GRATUITAMENTE!