TRINTA: NICHOLAS

1.4K 188 212

Cheguei a conclusão de que chamar a Alison para ficar comigo durante o acampamento com o Derek era a melhor opção que eu tinha. Ele não veio atrás de mim, ficou lá sentado sem falar nada enquanto eu sai andando de volta para a barraca. Já se passaram trinta minutos e a Alison ainda não me deu resposta alguma sobre sua chegada, prometi ir busca-lá e iria com ou sem o Derek, não queria precisar dele. 

Para passar o tempo decido apenas montar uma outra fogueira, embora ainda fosse demorar para anoitecer, a melhor opção que eu tinha para o momento era procurar alguns gravetos e galhos retorcidos. Me arrependo por ter vindo, ficar a sós com o Derek tem sido algo estranho ultimamente, nada teria acontecido se eu não tivesse aceitado uma proposta ridícula feita pelo Adam, se já estamos juntos, pra quê continuarmos nesse jogo estúpido? Por causa de um carro? que se foda aquele carro, eu definitivamente estava cansado, cansado de fingir, cansado de jogar e cansado de ser um brinquedo nas mãos de um formando que nesse exato momento deve estar rindo das pessoas que desafiou. 

Eu estou fora. 

**

Ele ainda não voltou. 

Quando a Ali me envia as primeiras mensagens me informando sua chegada, sou tentado a ir busca-lá sozinho, utilizando somente o GPS do meu celular, rezo para que dê certo. 

Vire a direita. 

Siga em frente.

Siga em frente.

Vire a direita.

Siga em frente.

Vire a esquerda. 

Quando finalmente chego, Alison me recebe com um sorriso largo e então joga a mochila em minhas mãos.

 — Que demora dos infernos, Nicholas, onde vocês foram acampar, do outro lado do mundo? E cadê o Derek? — ela questiona, tirando os fios ruivos do rosto, acredito que a Alison imaginou que iríamos à um show de rock, isso explicaria o motivo dela estar usando botas de couro preto, calças jeans normais, uma camiseta com o símbolo do nirvana e uma jaqueta também de couro. 

— Você sabe o quão difícil foi chegar aqui? Não tive culpa não. — me defendo, segurando a mochila dela com ambas as mãos. — Não sei sobre o Derek, deixei ele à beira do lago desde cedo, talvez já tenha voltado. — suspiro, sendo acompanhado pela Alison enquanto eu caminho, ela usa o meu celular para rastrearmos o do Derek, é assim que conseguimos encontrar a barraca. 

— Sem querer ser invasiva mas.. — ela começa, me olhando de cima à baixo. — Por que você ainda está de pijama? 

— É um caso de preguiça. — respondo, finalmente jogando sua mochila no chão. 

— Nojento. — Alison caçoa enquanto tira sua jaqueta, pensa até em amarra-la na cintura mas desiste assim que vê o Derek sair da nossa barraca, surpreso por vê-la ali. 

— Alison!? — ele ergue uma das sobrancelhas, ainda está sem camisa, vestindo somente aquele shorts. — O que você está fazendo aqui? 

— Imagina, sou a Hillary Clinton. — ela zomba da cara dele, revirando os olhos em seguida. — Me ofereci para passar o sábado com vocês e o Nicholas concordou, tem algum problema nisso? Posso deixar vocês dois a sós se quiserem.

Agora sou eu quem revira os olhos.

— Não precisa, Ali. — respondo primeiro, logo desviando o meu olhar para o Derek que me fuzila.

Depois do Ritual (Romance Gay)Leia esta história GRATUITAMENTE!