Capítulo XXI

1.1K 195 78

Hey people 🍀💐💝

Nesse capítulo conheceremos um pouco mais do passado da doce Sophie. Preparem seus lencinhos!

O próximo capítulo é o primeiro da tão esperada conversa entre Fernando e Cecília.

Espero que gostem do capítulo!

Deixem-me saber o que acharam da leitura. Não esqueçam de votar e comentar, pois isso me ajuda muito e faz com que o livro fique mais conhecido na plataforma. Se quiser ficar sabendo das novidades em primeira mão e ficar mais perto da Malu (não só escritora), basta me seguir la no instagram madams.autora.

(Sem revisão)

Capítulo XXI

It's okay not to be okay

Sometimes, it's hard to follow your heart
Tears don't mean you're losing
Everybody's bruising
There's nothing wrong with who you are

(Jessie J, "Who You Are.")

Sophie

Dias atuais...

Depois de tudo que o Fernando me contou sobre sua viagem a Disney, senti em meu coração que precisava fazer alguma coisa para ajudar o meu amigo. Sei que ele errou em algumas escolhas que fez, sei que tudo poderia ser diferente se ele não tivesse esperando tantos anos para voltar ao Brasil, eu sei de tudo isso, mas melhor que ninguém eu sei o quanto ele ama sua Cecília. Melhor que ninguém eu sei o quanto ele sofre por não ter a mulher que amou durante toda a sua vida ao seu lado.

A vida tende a extrair o pior que há em um homem quando assim deseja. E ela foi cruel em nível máximo com esses dois. Ela ferrou com tudo que poderia com Cecília e Fernando.

A vida, por vezes é uma grande filha da puta!

Agora estou aqui pronta para bater na porta da mulher que sempre foi o grande amor da vida do meu amigo. Agora com a certeza do que vou fazer, sinto o meu coração ser inundado por diferentes sentimentos. Sei que posso não ser recebida, sei que Cecília pode achar que vim fazer algo de ruim. Eu sei de tudo isso, mas ainda assim meu coração grita que estou fazendo a coisa certa. E é com essa certeza que toco a campainha.

Apenas um toque é necessário para que a porta seja aberta.

- Cecília. - Falo ao ver a mulher que mesmo antes de a conhecer já a admirava.

- Sophie. - Sua voz é contida.

Sei que ela não esperava me encontrar, em sua porta e mais ainda sei que nem passa pela sua cabeça o motivo da minha visita.

- Podemos conversar um pouco? - Pergunto com receio que ela negue o meu pedido.

- Claro. - Responde e acena para que eu entre.

- Desculpa aparecer sem avisar, mas eu realmente preciso conversar com você. - Explico.

- Confesso que não espera te receber, mas não precisa se desculpar por não avisar. Você é bem-vinda, Sophie. - Suas palavras denotam sinceridade.

- Obrigada, Cecília.

- Podemos conversar aqui na sala mesmo, ou prefere ir ao escritório?

- Pode ser aqui mesmo.

Cecília indica para que nos sentemos e me olha com curiosidade.

- Eu sei que você não faz ideia do motivo da minha visita, mas preciso que você me deixe falar tudo que preciso falar. Eu só contei minha história para uma pessoa até hoje e falar sobre ela vai fazer com que uma ferida que a muito tempo guardo em meu coração seja novamente aberta. Vai sangrar. Vai ser feio, mas eu preciso te contar.

Doce ReencontroOnde as histórias ganham vida. Descobre agora