Minutos Depois...

10.1K 573 108

Puxei os cabelos negros e grossos de Lauren, usando mais força do que o necessário. Meu corpo inteiro tremia, sentia-a completamente dentro de mim. Um espasmo intenso indicou o clímax que chegava aos poucos, juntava pequenas doses de prazer até se transformar em um oceano delicioso de ser navegado.

- Lauren! – gritei quando atingi o ápice, deixando meu corpo se contorcer livremente enquanto sentia que ela também estava próxima.

Aquela mulher perfeita me encarou com ternura e, como previsto, inundou-me pela primeira vez. Senti um líquido quente me preencher, e a sensação foi tão gostosa que quase não acreditei que jamais havia feito aquilo antes.

Não liguei por não termos usado preservativos – comecei a tomar anticoncepcional há algum tempo por causa do casamento –, tinha certeza de que estávamos bem seguras.

- Camila... – ela murmurou docemente.

O imenso véu que saía da pequena tiara em meu cabelo estava desgrenhado e nos envolvia de um jeito meio louco. As meias compridas de renda quase totalmente rasgadas pela força que Lauren havia posto nelas. Só usava um sapato; o outro devia estar em algum ponto desconhecido daquele quarto.

Depois de momentos incríveis e de um orgasmo maravilhoso, finalmente o peso das minhas ações vieram à tona. Não sei explicar, mas depois que Lauren depositou seu rosto entre os meus seios e eu pude respirar com mais calma, pensamentos ruins me acometeram.

O casamento. Os convidados. Meus pais. A festa que jamais aconteceria. Minhas amigas. Shawn.

Shawn.

Meu Deus... Ele devia estar arrasado.

Fui tão injusta, tão errada! Como pude deixar as coisas irem longe daquele jeito?

- Você está bem? – Lauren perguntou, observando-me atentamente. Seu semblante, de repente, havia ficado tão preocupado quanto o meu.

- Preciso fazer algumas ligações – respondi baixinho.

Um frio aterrorizante se apossou do meu corpo. Céus... Eu tinha um problemão para resolver. Uma igreja fervorosa, repleta de familiares, perguntava por mim enquanto eu fazia amor com a mulher por quem havia me apaixonado uma semana antes do meu casamento. Parecia uma mentira... Mas era tudo o que eu possuía de mais real.

- Fique à vontade – disse Lauren, desencaixando nossos corpos.

Eu estava tão cansada - parecia ter levado uma surra -, mas precisava encontrar forças ao menos para efetuar as malditas ligações. Não seria fácil, e o semblante de Lauren não negava. Sei que ela se sentia culpada, mas até aquele instante não havia me arrependido de nada. A sua cama era o lugar onde eu devia estar, e estava.

Levantei com cautela, sendo ajudada por ela. Seu corpo nu me segurava com firmeza enquanto tentávamos ficar de pé. Acho que Lauren também estava um pouco desnorteada. Pudera, eu tinha invadido seu apartamento do nada. Sexo foi à primeira coisa que pensamos em fazer. Sabia que precisávamos conversar sobre nós, mas a prioridade era avisar aos meus pais que estava viva, e bem.

- Vamos tomar um banho? – Lauren propôs, tocando-me a face e me observando como se conferisse o meu estado emocional.

- Sim, mas deve ter quinhentos grampos no meu cabelo... – falei, tentando soar divertida, porém meu timbre era um lamento.

- Eu tiro para você. Sente-se aqui. – Ela me puxou de volta para cama, mas continuou de pé, iniciando uma longa sessão de retirada de grampos.

Soltei alguns suspiros profundos durante o processo. Um nó se formava no meu estômago, deixando-me um pouco enjoada. Eu sentia o peso da culpa ser jogado em cima de mim sem rodeios.

Despedida de Solteira - O CasamentoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora