07 O Retorno do Portal Amarelo

56 8 1
                                          


O tempo parecia não passar na caverna, os guerreiros tentavam matar o tempo contando sobre seus planetas, mas era em vão, todos estavam cansados de esperar até que finalmente eles perceberam algo se movendo no portal amarelo, Davi e os demais que foram pelo portal retornaram.

Todos foram recebê-los e perguntaram como foi, eles começaram a falar de uma sala com espelhos, Davi apareceu em meio aos outros e Cafil foi até ele.

– Davi, meu amigo! Como vocês demoraram.

– Foi a dificuldade de conseguir encontrar o caminho de volta.

– Eu os ouvi falando sobre uma sala com espelhos.

– Verdade, muitos espelhos, eles davam passagem para outras salas com mais espelhos, foi complicado encontrar o caminho e depois retornar.

Sereia chegou perto de Davi pelas costas e cantou ao seu ouvido:

– Vamos para o Planeta Mãe, meu bem?

Davi deu um pulo, afastou um pouco e disse:

– Que arrepio! Quem é você?

– Não se lembra de mim?

– É a Sereia, Davi. Sereia, depois você despeja seus encantos nele, agora temos que falar sobre coisas mais importantes.

– Não fique com ciúmes, vermezinho.

Todos olharam com ar de reprovação para a Sereia que corrigiu o que disse.

– Tudo bem, me desculpe, sei que aqui somos todos iguais, mas Cafil não tente me separar do Davi.

– De mim? – Davi disse surpreso.

– Sim de você mesmo, eu vou pegar frutas e água fresca para você.

– Obrigado.

– Davi, cuidado com a Sereia, não confie tanto nela.

– Tudo bem, Cafil. Cadê a Zoraide?

– Estamos esperando por ela que perdeu a vida extra no portal branco, mas foi logo no início e ela já deve estar bem adiantada na fase.

Depois que todos tomaram água e comeram algumas frutas, sentaram para contar os detalhes do portal amarelo. Davi começou:

– Por questão de organização, peço para começar a falar, depois os outros podem acrescentar suas impressões. Meus amigos guerreiros, acho que o portal amarelo é o mais indicado para irmos, pois o portal branco já foi descartado e o vermelho ninguém sabe se tem mesmo este tal predador inteligente, já basta aqueles gigantes que tivemos que enfrentar. Pois bem, logo que é atravessado o portal amarelo há uma sala com espelhos, alguns possuem passagens e outros são realmente espelhos, depois que deciframos e descobrimos em qual entrar, percebemos quais deles levam para as montanhas.

– A questão é que não sabemos para onde estas montanhas nos levarão, mas eu concordo com o Davi em irmos por este portal. Afinal, no nosso portal não encontramos grandes desafios, pode até existir desafios maiores mais na frente, mas por enquanto parece ser mais tranquilo que os demais.

– Alguém mais que foi para o portal amarelo quer falar além do Davi e da Marieta? Ninguém? Como ninguém se prontificou eu acho que devemos descansar um pouco e aproveitar para pensar. Amanhã, ou melhor, mais tarde, esta falta de noção do que é claro e escuro está me dando nos nervos...

Todos riram, afinal estavam numa caverna e não havia como saber se estava claro ou escuro ou qual estrela estava no céu, apenas aparecia por vezes uma luz nas frestas. Cafil continuou:

– Pois bem, vamos descansar e depois faremos uma votação.

– Cafil, não é melhor esperarmos todos voltarem para podermos votar?

– Concordo com o Davi, vamos descansar e a votação será feita quando todos retornarem.

Todos procuraram lugares para descansar.


Guerreiros dos Mundos - Em Busca do Planeta MãeOnde as histórias ganham vida. Descobre agora