PARTE 02 Apresentação 01 Nave-Mãe: Etéria

130 16 2
                                          

A Nave-mãe é chamada de Etéria e tem a forma de um pequeno planeta. O Conselho da nave e seu centro de controle se localizavam no compartimento superior. Logo abaixo havia o compartimento dos seres captados e já transformados em Smoshon, depois o compartimento de captação e transformação que é em formato cilíndrico verticalmente inserido na parte inferior da nave (no momento da captação se destaca da nave e tornava-se visível). Da parte inferior da nave saem vários sustentáculos que ao pousar aparecem para fixar a nave em qualquer superfície.

Etéria possui a missão de se mover pelas galáxias fazendo a captação dos seres vivos.Quando é conveniente utiliza a capacidade de camuflagem do universo para não ser notada pelos instrumentos de rastreamento dos diversos planetas do espaço sideral. Tudo para proteger a localização do Planeta Mãe.

No compartimento de controle da nave estavam Zag e o príncipe de Marine da Galáxia Messier 83: Mardan. O príncipe estava sendo iniciado na Nave-mãe.Seu pai o Rei Astelion, mandou o filho para aprender o ofício da família, pois o futuro rei deveria saber todos os pormenores do ofício da Nave-mãe.

O filho do rei seria primeiramente iniciado na captação de seres vivos das galáxias para a formação dos guerreiros, após passaria por um treinamento sobre o funcionamento de Etéria e finalmente faria o juramento para fazer parte do Conselho da Nave.

A captação de seres vivos seria feita nas seguintes galáxias:Galáxia Sombreiro, Centaurus  A, Messier, Galáxia Seyfert, Galáxia Satélite, Galáxia Kriptônia, Galáxia de Peixes, Galáxia de Andrômeda e o treinamento dos guerreiros sempre acontecia na Galáxia do Boto.

Zag levou o Príncipe Mardan para conhecer o mapa das galáxias de captação e suas dobras de passagens. Explicou como as dobras os faziam percorrer anos-luz de distância em segundos e assim conseguiam chegar mais rápido aos locais de capitação. As dobras não ligavam necessariamente galáxias próximas. O segredo das dobras, seu local, como viajar no tempo e o percurso da Nave-mãe eram segredos de Etéria que não poderiam ser revelados a quem não fosse componente do Conselho da Nave. Tudo seria passado pouco a pouco para Mardan até que ele se tornasse um membro do Conselho. Zag falou sobre as estruturas dos planetas inferiores e como seus seres vivos viviam precariamente.Divagou sobre todo ser vivo ter o direito de conhecer o planeta superior. Afinal, não é porque um ser vivo é um verme, um inseto gigante, algo sem forma definida ou até um ser aterrorizante que deveriam ser desprezados. Todos os seres do universo são iguais perante Marine. A transformação em Smoshon é uma forma de igualar todos, é ideal para o treinamento dos Guerreiros dos Mundos e também uma das formas de vida que se adéquam ao Planeta Mãe, por coincidência no Planeta Marine também.

Zag saiu com outros viventes de Marine que também eram voluntários a aprendizes da Nave-mãe e deixou o Príncipe Mardan sob os cuidados de Zefilius eProtomeus.

Eles já haviam saído da Galáxia Messier entraram na dobra 386 que faz a ligação entre Messier e a Galáxia Seyfert. Zefilius ensinou para o Príncipe Mardan como era feita a captação dos seres vivos dos planetas desta galáxia.

Cada planeta faz uma seleção para avaliar quais dos seus fará o treinamento. Esses seres ficam nos portais de captação. Quando Etéria aponta para o local da captação é formada uma cápsula ao redor dos seres vivos e esta é sugada. Depois deste procedimento a cápsula é desfeita,eles ficam num local intermediário fechado e escuro. Por fim, todos captados caem numa cápsula mais estruturada na qual é feita a transformação no chamado corpo provisório de adaptação: Smoshon.

Smoshon é o corpo que os Guerreiros dos Mundos usam no treinamento, depois este corpo é aprimorado e aperfeiçoado para viver na atmosfera do Planeta Mãe.Todos os seres da Nave-mãe também possuem a forma de Smoshon.

O Planeta Mãe é o planeta superior do universo conhecido, há outros que possuem características de planeta superior, mas nenhum se assemelha a ele.

Depois da primeira captação partiram para dobra 424 para irem para a Galáxia Satélite. O Príncipe Mardan viu no mapa uma galáxia chamada Via Láctea.

– Que galáxia linda! O nome é interessante: Via Láctea. – A olhos vistos o Príncipe de Marine se encantou com a beleza da galáxia.

– Ela é linda, mesmo! – Zefilius concordou e logo disse – É perfeita!Bela como só ela é, mas não temos autorização para paradas extras.

Zefilius saiu e Prometeus ocupou seu lugar por um tempo. Na dobra 579 entre a Galáxia Satélite e a Galáxiade Andrômeda, o Príncipe Mardan ordenou que Prometeus fizesse uma parada na Galáxia Via Láctea. Prometeus explicou que não era autorizado passar por lá, pois o portal de captação estava desativado. Mardan diz que como Príncipe de Marine e futuro Rei tinha o poder de escolher qual Galáxia poderia ser captadora de seres vivos. Prometeus então adentrou na dobra que os levou até a Galáxia Via Láctea.

Ao adentrar na galáxia o príncipe Mardan se encantou mais ainda com um planeta pequeno que enxergou. Era o planeta Terra.



Guerreiros dos Mundos - Em Busca do Planeta MãeOnde as histórias ganham vida. Descobre agora