Capítulo 33

506 45 4

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

(...) O Sr. sabe tudo teve seu reinado e sua queda

Pelo menos é isso o que o seu cérebro está dizendo a todos

Se ele dissesse me ajude a matar o presidente

Eu diria que ele precisa de medicamentos

Cansado de gritar, deixe-nos entrar.

Os arames pegaram o melhor dele

Tudo no que ele investe

Vai direto para o inferno, direto para o inferno. ( The Neighbourhood) Música na mídia.

- Quem é você? – eu perguntei, minha voz rouca revelava meu medo. Então ela abaixou o seu capuz. Estava ruiva, franzi o cenho assustado.

-Sou eu amor. A Sky. Eu vim te salvar.

- Sky? Que bom que está bem! Meu Deus... O que você fez? – eu senti certo alivio por ser salvo e por saber que ela estava salva, mas fiquei desesperado ao ver Mikhael no chão. – Não podemos deixar ele ai, tira a adaga do peito dele! – falei, mas ela não se moveu.

- Ele ia matar você! Não é hora para heroísmo Alexis!

- Não se trata de heroísmo! Ele está ferido, e eu não vou simplesmente deixar ele ai pra morrer! Eu não posso andar Skyeee, vê se ele ainda tem pulsação! – ordenei.

Ela me olhou incrédula, não me obedeceu, pegou minha cadeira de rodas no canto do quarto.

- Cala essa boca! Na boa! Não vou salvar ele. Você vem comigo! Tem mais deles ai fora! Eles vão de matar! – ela sussurrava com raiva.

- É sério. Vê se ele ainda está vivo. – falei para Sky.

- Cadê a Vicky? – ela perguntou ignorando o que eu disse.

- Ela vai receber alta hoje, fez monte de exames ontem antes de dormir. A polícia veio aqui e pegou o depoimento dela.

- Policia? – perguntou ela e tirou a agulha da minha veia, deixando apenas com o algodão enrolado no esparadrapo.

- É. Pessoal do lado de Irvin. Ela foi quase... Estuprada pelo filho da puta lá. – falei com raiva. – os exames dela comprovaram que não foi, mas foi quase. Henri a salvou!

Ouvimos alguns gemidos de Mikhael. Sky olhou para ele no chão.

Peguei meu celular que estava embaixo do travesseiro e liguei para Konan.

- Ta onde? – perguntei assim que ele atendeu.

- To de plantão aqui no hospital, que foi? Ta sentindo dor?

Sky [COMPLETO]Leia esta história GRATUITAMENTE!