8

1.5K 123 18

Hoje completara um mês que eu não falava com Aaron nem através do telefone da minha sala, nossa maneira de comunicação era através de e-mails e evitávamos o máximo de palavras possível, nossa relação nunca esteve tão profissional. Ele e Jane ainda não tinham voltado atrás sobre o noivado mas eles passavam a maior parte do tempo juntos, a desconfiança sobre a gravidez de Jane aumentava cada vez mais mas ninguém deixava isso transparecer. Linda e Cooper estavam melhor do que nunca tirando o fato deles terem tornado minha casa como um ponto de encontro comum.

Para: summercampbell@forlife.com

Cc...:

Assunto: Venha até a minha sala imediatamente.

Anexar...:

Senhorita Campbell preciso dos seus serviços, suba até a minha sala por favor.

Respirei fundo escorregando na poltrona fria, era difícil manter essa relação com Aaron. Abri a porta de sua sala e segui arrastando os saltos no chão mantendo meu olhar fixo na ponta do sapato.

— Você precisa viajar comigo.

— O que? Não, eu não posso.

— É uma reunião importante, você não é obrigada a aceitar. Eu vou lhe enviar os termos desse novo projeto em Paris.

— Eu... vou avaliar.

Desci pelo elevador tentando ao máximo não me escorar na parede e me afogar nos meus próprios pensamentos que estavam ficando ainda mais confusos.

Eu precisava de um café antes que minha cabeça explodisse, atravessei os corredores do décimo andar e parei perto da porta assim que ouvi os gritos vindo da sala onde Katrina ficava.

— O que está acontecendo aqui?

Gritei fazendo Katrina levantar os olhos, ela se mantinha ajoelhada enquanto esfregava um pano tentando retirar a mancha amarelada do piso e Jane a observava sentada na mesa.

— O que você está fazendo aqui?

— Katrina levanta! — Puxei ela pelos braços.

— Você está com algum problema? Quem você pensa que é para ficar mandando Katrina limpar o chão? Ela é uma secretária e faz o serviço dela muito bem, ela não é paga pra ficar te servindo e muito menos limpando a sujeira que você faz.

— Olha só, eu não sei o motivo pelo qual você está aqui me falando essas coisas. — Ela falou enquanto lixava as unhas. — A questão é que você precisa sair daqui porque hoje eu não estou de bom humor.

— Quem deve ir embora é você, aliás eu nem sei porque você está aqui todos os dias quando você não executa nenhuma função decente aqui, se bem que você fica se prestando ao papel de vagabunda seduzindo Aaron no ambiente de trabalho e explorando as funcionárias. Eu não vou pedir mais de uma vez para você sair desta empresa.

— Você se acha muito importante para me expulsar da empresa, o dono disso aqui é o pai do meu filho e ele não vai deixar que você me expulse. Isso não tem cabimento.

— Seguranças, temos uma emergência no décimo andar sala nove. — Falei utilizando o telefone da sala.

— Você só pode estar brincando comigo! AARON! — Ela gritou pelos corredores.

Os seguranças seguraram Jane pelo braço enquanto arrastavam ela para o elevador. Dei uma risada fazendo Katrina me olhar assustada, não iria demorar para Aaron me chamar para reclamar sobre sua noiva grávida.

— Você está ficando louca? — Eve agarrou meus braços.

— Eu deveria mandar você sair também até porque você é tão inútil quanto Jane.

Doce SeduçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!