- Cala a boca. – eu disse de um jeito carinhoso. – Já passou, estamos juntos novamente. Ela sorriu.

- Konan me contou tudo o que vocês passaram enquanto estive... – ela não terminou a frase.

- Ficamos loucos atrás de você.

- Ele também me contou da emboscada que aquele maldito armou. Eu sinto muito pela Sky, irmão. Mas Henri foi atrás dela e com certeza tudo acabará bem. Henri é muito... Corajoso. – ela disse e percebi que seu tom de voz vacilava um pouco quando falava o nome dele.

- Você nunca me falou sobre ele, afinal, quem é ele?

Ela ajeitou-se ao meu lado, deitando-se novamente, então começou a contar a sua história com Henrique.

- Fomos noivos. Minha mãe era amiga da mãe dele, crescemos praticamente juntos. Os pais dele eram separados, ele morava só com a mãe. Nos apaixonamos, namoramos por 3 anos e então ele resolve morar com o pai pra se alistar na merda das forças armadas americanas.

- Tem raiva dele por ele ter escolhido ficar longe de você? - perguntei notando o peso de suas palavras.

- Fiquei um pouco chateada a principio. Ele foi meu primeiro namorado Alexis. Ele foi o primeiro de tudo.

- Poupe-me dos detalhes. – alertei revirando os olhos.

Ela pareceu sorrir. Fiquei olhando o teto a ouvindo falar:

- Então, continuamos o namoro, ele vinha me ver sempre que podia, mandava cartas, nos víamos pelo Skype. Mas ai teve um dia que eu não aguentei. Eu precisava terminar. Ficar longe dele era ruim demais, eu não podia mais... Então conheci o Ricardo e acabei me envolvendo demais com ele.

- Ricardo... ?

- Alexis, foi Ricardo e mais dois homens que me perseguiam na estrada, é complicado, eu não sabia que Ricardo era um bandido quando me envolvi com ele, mas faz tempo. Ele não me deixava namorar outros caras, mesmo eu terminando com ele, se eu me envolvia com alguém, ele me batia.

- Esse desgraçado... Te batia? – a raiva crescendo em mim.

- Sim... Ricardo me maltratava muito. Dei parte na polícia. Ele foi intimado e então descobriu e me bateu, voltei vários dias após a faculdade com os braços roxos. Eu escondia isso de você. – ela disse e urrei de raiva.

- Porra Vicky! Até você com segredos? Quero que esses segredos acabem!

Ela levantou do leito e me olhou apreensiva como se quisesse contar mais coisas.

- Eu não podia te contar você já tinha muita coisa com o que se preocupar.

Desviei meu olhar dos dela. É claro que ela não ia me contar, eu não podia defender ela. Isso me doía tanto! Ela continuou a história.

- Minha mãe morreu e Henri soube, ele veio para o enterro e descobriu do meu caso com Ricardo, então desde dai não nos falamos mais, até ele aparecer novamente. E... Ricardo é um dos capangas de Bento. Arrependo-me amargamente.

- Sei que se arrepende... – conclui querendo encerrar o assunto. – Konan, onde está?

Ouvimos a porta se abrir novamente, Franco Phillip, Konan e Ronald Morgan, entraram no quarto.

- AAAAA! Ai está você! Quer me matar de susto? – Falou Konan vindo até nós. – Oi Bro... – disse ele virando-se para mim sorrindo.

- Desculpa. Eu precisava ver meu irmão. – explicou Vicky e sorriu.

- Oi Bro. – Respondi para Konan dando um leve aceno com a cabeça.

Os doutores Morgan e Phillip, vieram me cumprimentar, ambos eram meus orientadores. Doutor Morgan muito requisitado fora do país. Ele também participou da minha cirurgia.

Sky [COMPLETO]Leia esta história GRATUITAMENTE!