Olá galera! ♥

Muito obrigada pelos comentários e votes, fiquei muito feliz em saber que gostaram do primeiro capítulo e em como eu fui recebida pelos usuários e leitores daqui (:
Enfim, como eu disse nos comentários para algumas pessoas, hoje eu estou postando o segundo capítulo da história. Mas as postagens serão semanais todas as sextas, ok? Quando houver eventuais contratempos darei um jeito para avisar.
Sem mais, boa leitura!

~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Por Lizzie Grey.

Eu tinha tomado a minha decisão.

Eu iria reconquistar Robert. Eu iria contar toda a verdade pra ele e se ele me perdoasse, eu iria dizer o quanto eu o amava. Iria conseguir a minha vida de volta. Iria conseguir a minha felicidade de volta!

Eu olhava para o closet a minha frente, mas parecia que nenhuma das roupas a minha frente pareciam ser certas para ir encontrá-lo. Eu precisava estar linda aos olhos dele, sem parecer super produzida demais.

Foi ai que uma idéia me ocorreu.

James, claro!

Peguei meu celular e liguei para ele.

- Oi minha mona diva! – saudou do outro lado da linha.

- James meu amigo, preciso da sua ajuda. Só você poderá me ajudar! – murmurei.

- E do que é que minha Deusa precisa? – perguntou.

- Preciso da sua presença em meu apartamento em no máximo dez minutos. Acha que consegue chegar aqui nesse tempo? – respondi com uma nova pergunta.

- To na rua de trás da sua casa, baby. Chegarei em cinco minutinhos – respondeu.

- Ótimo, estou te esperando – murmurei desligando o celular.

Como ele disse em cinco minutos o interfone tocou e eu liberei na portaria para que ele subisse. Dois minutos depois, a campainha estava tocando.

- Graças a Deus você veio! – disse dando um abraço e fechando a porta do apartamento após ele entrar.

- Claro que eu vim, mona. Agora para tudo... Você de roupão com essas pernocas lindas de fora é de dar inveja, patroinha – murmurou.

Dei risada.

- Obrigada, mas eu preciso da sua ajuda pra escolher uma roupa e me arrumar – disse á ele.

Ele deu um gritinho, seguido de um pulinho.

- Ai, para tudo! Eu sendo seu consultor, Lilica?

- Sim, eu preciso da sua ajuda... Agora vem – disse puxando ele pro meu quarto e o levando até o closet. Havia varias roupas que eu havia experimentado jogadas no chão.

Ele observava meus sapatos e então perguntou:

- Qual é a ocasião?

- Reconquistar o meu ex-marido – respondi.

Ele arregalou os olhos e sentou-se na poltrona dentro do meu closet. Ele parecia indignado.

- Você vai seduzir o bofe maravilha?

- Sim, essa é a idéia – sorri.

- Oh God! Então isso exige uma super produção – ele bateu palmas e foi para o closet vasculhando os cabides com meus vestidos.

DistanceLeia esta história GRATUITAMENTE!