PDV da Telma

Eu não tinha palavras para descrever o que se tinha passado desde que conheci o Niall, muito menos para descrever o quanto ele mudou a minha vida para melhor.

A saída de sexta-feira foi muito “vida louca”, a Carla apanhou uma bebedeira descomunal assim como a Daniela, elas ficaram horas a conversar a dançar na pista de dança, depois do “acidente” Da Daniela elas ficaram mais próximas, como o povo diz: há males que vêm por bem; este é um bom exemplo disso.

Quanto a mim, sofri bastante nessa noite.

Obrigaram-me a vestir um vestido branco por cima da roupa que levei e fizeram o favor de desenhar coisas obscenas no tecido e tive de andar assim na rua e no bar, para melhorar a situação também me deram um fio com uma chupeta, as figuras que fiz não tinham explicação, provavelmente o álcool acabou por tomar conta do meu corpo, quando cheguei a casa o Niall só se ria da minha figura, do que me lembro já nem a caminhar em condições conseguia.

Agora era a vez de esperar pelo Niall, não sei qual foi a lógica dele de meter a festa de despedida de solteiro na noite antes do nosso casamento.

Eu estava uma pilha de nervos, estava com medo que o meu vestido se estragasse ou que as minhas sandálias arrebentassem, basicamente estava com medo que o meu casamento fosse um fracasso pois esperei bastante tempo por este momento e eu nem sabia se conseguia sobrevier até a este dia.

PDV da Carla

O Zayn tinha saído e estava com cara de safado, o que não me agradava de maneira nenhuma, o que se iria passar era óbvio ou chegava a casa podre de bêbado e iria roncar até ao final da noite ou vinha com a força toda e ainda iria quer festa, mas engana-se, tenho que estar impecável para o casamento da Telma, estou tão feliz por ela, é daquelas pessoas que merece ser feliz só por aquilo que já aturou nesta vida.

Não vou pedir milagres, na noite anterior quem chegou a casa num mau estado fui eu e sinceramente não devia ter bebido tanto, agora estou de pé por conta de umas aspirinas e de dois ou três cafés.

Para “comer” tempo decidi mandar uma mensagens às minhas amigas e decidi à ultima da hora que a Telma amanhã ia ter uma grande surpresa, ela ia ter um ataque, literalmente e talvez quando me apanhar me bater mas acho que ia valer a pena, liguei também para o fotografo que ia cobrir o acontecimento para focar bem a Telma quando chegasse à igreja, iria ser algo bem diferente do normal, já que o vestido dela também é muito diferente do normal, a vida dela é fora do normal, a filha dela é fora do normal, aquela criança come muito, e o namorada dela é uma anormal, ela merecia um casamento bem fora do dito normal.

PDV do Niall

Ainda a Telma me pede para tentar ser normal, mas quando se têm dois amigos gays, um mais protector que o meu pai e outro que só quer é loucuras e tabaco, fica difícil.

-Vocês sabem que se elas descobrem isto, somos uns homens mortos! – Falei sério apesar de querer rir.

-Na paz mano! – O Zayn falou calmamente.

-Nós não temos nada a perder! – O Louis falou por ele e pelo Harry.

-Pois falem por vocês, a Barbara vai-me matar , cortar-me aos bocadinhos, fazer carne picada de mim e alimentar piranhas com a minha carne…

-Que exagerado Liam! – Reclamei.

-Olhem, vamos ou não? – O Harry questionou.

-Para quem é bicha estás muito entusiasmado! – O Louis retorquiu.

-Calma bebé, é mais por eles que se estão a armar em coninhas…

-Pois claro! – o Louis ficou de braços cruzados enquanto o Harry se roçava a ele como se estivesse a pedir desculpas mentalmente.

-Vamos lá a isso pessoal! – O Zayn exclamou.

-Bora! – Eles responderam todos.

Eu limitei-me a segui-los para dentro do bar, sabia que isto não ia dar bom resultado, mas a Telma não me podia condenar, a culpa foi deles, sempre tenho esta desculpa.

  O suposto bar de polé dance mas parecia um bar satânico com várias apresentações com fogo e muitas mulheres a fazer acrobacias em varões, houve uma delas, uma loira, que me despertou a atenção pelo seu talento, por isso deixei de beber para não tentar e ir falar com ela, sentei-me num canto até que os meus amigos se decidissem a ir embora, porque até o Liam acabou por gostar. 

Perdidos no Nosso ParaísoLeia esta história GRATUITAMENTE!