*Justin on

Vejo meu celular apitar, e levanto indo pra cozinha, Jéssica se aproxima e tenta me beijar, empurro ela de leve.

– Sério Justin? -Pergunta irritada- Você é um babaca mesmo, até quando vai ficar com essa aí? -Pergunta cruzando os braços-

– Eu tô apaixonado por ela Jéssica.

– Sério? Isso é o que vamos ver. -Fala saindo da cozinha-

Reviro os olhos e me visto pego meu celular e leio a mensagem (Mensagem 1)

Volto pra sala.

– O que aconteceu? Jéssica passou aqui morrendo de raiva.

– Nada, frescura dela, amanhã a noite promete hein. -Falo e ele sorri-

– A casa vai estar cheia de gostosas, pena que você está casado. -Fala e eu reviro os olhos-

– Vou pra casa -Dou dois tapinhas em seu braço- Até mais tarde.

– Até.

Saio da casa dele e caminho até a minha rua, chego na porta da casa dela e bato na porta, Jensen abre e me cumprimenta.

– Ela tá no quarto, sobe lá. -Fala e eu assinto, olho Amber no sofá e aceno, subo e caminho até a porta do seu quarto, bato na mesma e ouço um "Entra", entro e olho ela que esconde um caderno em baixo do travesseiro e abre um sorriso- Oi. -Me aproximo e selo ela-

– Hey... Ainda está chateado comigo? -Pergunta e eu nego- Eu vou, mas não vou ficar perto delas. -Fala e eu sorrio e beijo a mesma-

– Então, minha irmã e seu irmão estão ficando? -Falo me deitando e ela deita de bruços ao meu lado, olho sua bunda e ela revira os olhos rindo-

– Sim, nada mais justo né? -Fala e eu dou risada-

– Verdade, Jared e Olívia também estão ficando?

– Sim, a casa inteira tá no clima de amor. -Fala deitando sua cabeça em meu peito, acaricio seus cabelos-

– O que quer fazer?

– Eu não sei -Fala pensativa- Podíamos sair né?

– Já está tarde amor -Falo e ela faz bico, suspiro- Onde quer ir?

– Em uma balada? -Fala animada-

– Balada? -Pergunto e ela assente- Okay, vamos. -Ela abre um sorriso e me sela novamente-

– Seu sorriso é lindo. -Falo encarando sua boca-

– Obrigada -Fala corada- Vamos chamar a Amber o Jensen?

– Vamos. -Falo e ela se levanta-

– Vou tomar banho então. -Fala e eu dou um sorriso malicioso-

– Vou junto.

– Não vai não.

– Deixa vai.

– Não, não. -Fala rindo e seguindo pro banheiro, ela entra no mesmo e fecha a porta-

Me jogo na cama novamente e encaro o teto, após alguns minutos a porta do banheiro abre e ela sai só de toalha, olho ela e mordo o lábio.

– Eu achei que você já tinha ido embora -Fala vermelha, me levanto e encosto ela na parede, levo minhas mãos até sua bunda- J-jus... Melhor não. -Fala e eu ignoro, puxo sua toalha fazendo a mesma cair no chão, encaro seu corpo quase babando, aperto seus seios e beijo a mesma que retribui, o beijo vai esquentando, sento na cama com ela em meu colo ainda sem desgrudar meus lábios dos seus, a porta é aberta e por ela entra uma Amber apressada-

Nudes//Jensen AcklesLeia esta história GRATUITAMENTE!