Capítulo XIII

1.4K 188 25

Segue mais um capítulo dá nossa história. 😍💗

Espero que gostem!

Não esqueçam de votar e comentar, pois isso me ajuda muito e faz com que o livro fique mais conhecido na plataforma.   

#SemRevisão 

Capítulo XIII

I've realized a dream
And I visualized
The love that came to be
Feel so alive
I'm so thankful that I've received
The answer that heaven has sent down to me
(Mariah Carey, "Vision Of Love.")

Cecília

Passado...

Fernando pediu para que eu o encontrasse no Parque Cássia-Rosa, ele sabe que eu sou apaixonada por esse parque e sempre que nossos pais deixam passamos a tarde lá.

Mamãe está ocupada com os preparativos para a festa de aniversário do meu pai que já é no próximo sábado e por isso o tio Jorge que me dará uma carona até o parque. Como não sei o que vamos fazer escolhi uma calça jeans e uma blusa soltinha para o que quer que o meu Fernando esteja aprontando.

Tio Jorge me deixa na entrada do parque e avisa que virá nos buscar. Desço do carro e vou a procura do meu namorado. Levo alguns minutos para o avistar. Fernando está lindo com uma bermuda preta e uma camisa polo branca. Lindo como só ele é. Sua câmera está em um suporte e sua concentração é fascinante. De onde estou não consigo ver o que ele fotografa, mas nem a curiosidade de saber o que o fascina me faz querer para de olhá-lo para descobrir. Antes que possa dar um passo em sua direção ele percebe a minha presença e deixa sua câmera de lado para me olhar.
Corro em sua direção e sou pega por braços que me dão segurança.

— Princesa você demorou. Aconteceu alguma coisa? — Pergunta assim que me coloca no chão.

— Tive que esperar seu pai para me trazer. Minha mãe está ocupada com os preparativos da festa do papai. — Respondo e ganho um beijo na bochecha.

— Vem, eu quero te mostrar uma coisa. — Fala já me puxando em direção a sua câmera.

Nando me posiciona em frente a sua câmera e pede que eu olhe a imagem que ela reflete.

Levo um segundo para conseguir visualizar o que ele deseja me mostrar e meu coração transborda ao ver uma casinha de passarinhos com as nossas iniciais. Duas semanas atrás quando estivemos aqui a casinha das andorinhas estava quebrada e eu fiquei muito triste porque eles não teriam um lugar para se protegerem das chuvas.

— Príncipe você fez uma casinha para eles? — Pergunto mesmo tendo a certeza que foi ele quem fez.

— Sim, minha princesa. Não fui passar a tarde de ontem com você porque estava trabalhando nela.

Ele termina de falar e eu o abraço.
Meu namorado é sem dúvidas a melhor pessoa que eu conheço.

Ficamos observando os passarinhos por alguns minutos até que minha barriga ronca de fome e Fernando me leva para um piquenique no jardim da nossa casa da árvore.

***

— Eu não quero estudar fora do Brasil, Nando. — Falo já cansada desse assunto.

Fernando sempre deixou claro que seu sonho é conhecer o mundo e estudar fotografia em Paris e eu sempre deixei claro que não pretendo estudar fora do Brasil. Nosso piquenique foi lindo, mas sempre que entramos nesse assunto acabamos brigando.

Doce ReencontroOnde as histórias ganham vida. Descobre agora