Eles ainda se mexem... - Capítulo 2

9 0 0

Eu desisto!

São 02h20 da manhã, e até agora o sono não veio! Como isso é possível?

Enfim, acho que tenho a solução. Vou para cozinha tomar um copo de leite, e pronto! Pronta pra dormir!

Me levanto cuidadosamente da cama para não acordar a Bonbon, e me vou para a cozinha.

Chegando na cozinha eu coloco um pouco de leite em uma chaleira, deixo no fogo por uns 5 minutos, e pronto! Um leite morno para eu poder dormir em paz.

Tomei o leite, e deixei o copo na pia. Voltando para o quarto, ouço passos. Passos vindos do porão.

Ai senhor, bateu um medo de ir até lá ver.

Mas, como sou uma pessoa muito curiosa e meio idiota, eu fui até a porta que dá para as escadas do porão, e desci lentamente.

Quando desço, vejo uma silhueta no corredor. Ok, agora deu medo. Será que eu não posso sair correndo que nem os vigias fazem?

"Foco Mangle."

Penso.

Respiro fundo e olho atentamente aquela silhueta, e, acabo percebendo que era a silhueta de um animatronic.

Mas especificamente, a silhueta do animatronic de ontem.

Eu sem querer (Na tentava de ver mais) fiz um movimento brusco e fiz barulho. O animatronic se virou e ficou me encarando.

Sabe, nessa hora eu me daria bem em um museu. Por quê? Porque eu fiquei completamente perplexa ali, boquiaberta, paralisada no início do corredor!.

Mas... oque eu iria fazer? Nunca havia falado com um animatronic à não ser os toys!

Animatronic Vision

Eu estava indo ver se Bonnie achou a peça que faltava para consertar, porém paro no meio do caminho e me viro, pois ouvi um barulho.

Quando vejo quem é, vi que era a raposa "fofinha" de ontem. Fico encarando-a, e ela estava parada ali, sem mexer um músculo.

Oque será que ela fazia acordada a esta hora?! Tanto ela, quanto eu não nos mexemos, ou falamos. Estávamos parados olhando um para o outro.

Oque será que eu falo? Eu nunca falei com um animatronic toy antes..

Em meio aquele silêncio, as palavras acabaram saindo.

- Póôõssö àjüdâáåŕŕ? - Falo. Não sei se ela entenderia algo.

- O-oque aconteceu com sua voz? - Ela pergunta.

- Míìnhàâ câàìxāãâã đêèé vôóôž

- E-ela está quebrada? - ela pergunta, ainda gaguejando, e, aparentemente com medo.

Balanço a cabeça afirmando.

- B-bem, se é isso, se você ir comigo até a sala da manutenção comigo, eu posso te ajudar. - Ela fala.

- Őök.

Ela estava com bastante medo, isso já era notável, mas mesmo assim, ela queria me ajudar.

Mangle Vision

Ele conversou comigo, e me ofereci para ajudá-lo, consertando sua caixa de voz. Fomos andando até a sala de manutenção, e quando cheguei lá, comecei a procurar uma caixa de som nova.

Depois de um tempinho procurando, por sorte encontrei uma novinha em folha! Como queria ajudar, consertei também sua mandíbula, que estava torta.

Enquanto eu o consertava, percebi que nossos rostos estavam pertos demais, então me distanciei rapidamente, e percebi que estava corada, acho que ele percebeu.

Quando o olho, vejo que ele também estava corado. Após um tempo, eu terminei, só que ninguém disse uma palavra sequer.

Até que não aguentava mais, resolvi falar.

- Então... qual seu nome? - Pergunto para evitar aquele clima chato que ficaria.

- Foxy! Meu nome é Foxy, tenho 19 anos e sou um Pirate Fox. - Ele fala.

- Que coincidência! Eu também sou uma Pirate Fox! - Sinto minhas bochechas ficando vermelhas, devo ter corado de novo. - Bom... Tchau, tenho que ir.

- Tchau! - Diz Foxy. Ele acena e eu aceno de volta.

Subo rapidamente as escadas e corro pro quarto.

Me ajeito na cama e consigo dormir.

Quando acordo, lembro do sonho que tive noite passada, eu sonhei com oque aconteceu entre nós dois ontem... dou um sorriso bobo.

Oque eu fiquei pensando naquela manhã?

Fiquei pensando em apenas uma pergunta.

Porque eu estava corando tanto perto de Foxy?



Gente, segundo capítulo!! Espero que gostem ♥
Não se esqueçam de votar, comentar e compartilhar!

É isso, Beijos Angels, Fui!

Eu acho que te amoLeia esta história GRATUITAMENTE!