Prefácio

29 2 0
                                                  


Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.


A ira é a perda de controle do corpo e da consciência. É ser consumido por uma fera destrutiva e ir em direção ao caos. Ela destrói seu verdadeiro eu e deixa transparecer o mal real e avassalador.

Ipos foi um jovem de classe média que cresceu rodeado de mordomia, proteção e com poucas, ou nenhuma, responsabilidade. Mimado, ele fazia o que queria, quando queria. Sem preocupação com os estudos, em trabalhar ou ajudar em casa. Queria apenas viver os prazeres da vida, curtição com os amigos, bebedeira e muito beijo na boca.

Até aí tudo bem, mas o pior pecado de Ipos é a ira. Ele não tem controle sobre si quando fica nervoso, chateado ou estressado. Ele gritar, xingar e perde o controle. Até que um dia, e esse dia foi o seu aniversário, quando algo fugiu de seu controle e ele foi longe demais.

Destruindo algo que não teria conserto. 

Ira de IposOnde as histórias ganham vida. Descobre agora