capitulo 39

174 13 0

- Eu te avisei! - Alice gritou, me fazendo tirar os fones.
- A última coisa que eu preciso agora é ouvir um "eu te avisei", Alice. O que você acha que eu devo fazer?
- O que eu acho? Você tem que contar pra ele!
- Não! São só 13 semanas e... Quantos meses são 13 semanas?
- Deus, você está grávida a mais tempo que eu! É mais de 3 meses.
- O que eu vou fazer, cara? Meu intercâmbio acabou de começar e...eu não quero ter essa criança sozinha.
- Será que eu devo te lembrar que "essa criança" é sua filha? E que história é essa de sozinha? Você não pode estar considerando ter essa criança nos Estados Unidos, Lisa!
- E o que você espera que eu faça? Volte? - A ideia parecia absurda, então eu me irritei.
- Mas é claro, meu Deus! Você comeu titica de galinha? E você precisa voltar logo! Aviões são ruins para grávidas e...
- Alice, eu não vou voltar.
- Ok, digamos que você não volte, o que você está pensando em fazer? Esconder a criança de Ian pra sempre? Ter uma família feliz sendo mãe solteira e estando completamente sozinha em outro país?
- Eu não estou sozinha!
- Ah claro... - Ela revirou os olhos - Porque Zach super vai querer assumir o filho de outro.
- Quem disse em assumir? Alice, você está sendo ridícula.
- E você está sendo ingênua! Essa criança tem um pai, dois avôs e duas avós, tem uma madrinha e terá um melhor amigo, que no caso é o Joaquim, meu futuro filho. Você não pode tirar tudo isso dela simplesmente porque você acha relevante ficar fugindo de Ian pra sempre, fingindo que a sua vida é perfeita! Sua vida não é mais perfeita, Lisa, você tem uma outra vida pra tomar conta.
Eu já estava chorando. Alice sabia como me dar tapas na cara.
A verdade é que eu não queria um filho. Eu só queria continuar longe.
- Eu não posso ter um bebê, Alice. Eu não tenho estrutura pra isso e...
- Corta essa! Da pra parar de se achar a mulher mais fraca e frágil desse mundo? Caralho, esse papo já tá me cansando! Você é a porra da Lisa Wengrov, seu psicológico pode não estar intacto mas está de pé! Não é um boneco, Lisa, é o seu filho. Você precisa cuidar dele.
- E por que eu não posso cuidar dele daqui?
- Você não é mais uma criança, Lisa, eu não preciso te orientar o tempo todo, mas vou te dizer só uma coisa: vai dar merda se você não voltar logo.
- E se eu...tirar?
Alice pareceu assustada e impressionada.
- Você faria uma coisa dessas?
Naquele momento, nem eu sabia do que eu era capaz.
- Foi só uma hipótese. Eu não quero matar meu bebe, mas também não quero ficar com ele.
- Volta, Lisa. Quem sabe você e Ian não se acertam? Vocês eram um casal bonito antes de tudo, podem formar uma família e..
- NÃO, ALICE! - Eu me exaltei - EU NÃO SOU ASSIM! EU NÃO QUERO UMA FAMÍLIA! EU QUERO ESSA VIDA QUE EU TENHO AQUI AGORA! EU NÃO QUERO UM BEBE OU UMA CASA OU UM MARIDO! Eu só... - Desacelerei, chorando - Eu só quero ser a Lisa.
- Bom, Lisa que é "só a Lisa", faça o que você quiser, mas saiba que você tem só mais algumas semanas antes que a viagem de avião se torne realmente um risco para o bebê. E você não vai querer tê-lo sozinha nos Estados Unidos. Boa noite, Lisa, eu vou dormir.
Desligamos a chamada e eu continuei sentada no chão do banheiro.
Deus, bebê, será que você não poderia incomodar menos?

LISA [COMPLETO - EM REVISÃO]Leia esta história GRATUITAMENTE!