Capítulo Part 26

2 0 0

  Estava completamente chocado pelo fato do Marcelo ter matado a Diana, uma coisa é que a Roberta das trevas, o Roberto simplesmente vai para o quarto, fiquei olhando o corpo da garota, como ousa ele acabar com tudo.

  De repente escuto alguém bater na porta, não poderia ser a pior hora para eu receber visitas, espero que não seja os irmãos serrada com outro fã, porque se virem um corpo morto, duvido que a pessoa fique do meu lado depois disso.

  - Quem é? – Eu disse isso.

  - Sou eu Roberto.

  - Você está sozinho.

  - Sim estou.

  - ótimo.

  - Por que, o que foi?

  - Espere um segundo vou já abrir a porta.

  Essa é primeira vez que fico feliz que seja um desses irmãos do que a polícia, não acredito o quanto de insanidade devo ter perdido por está feliz por eles aparecerem, devo realmente está louco, depois dessa situação qualquer um entenderia.

  Fui em direção à porta abrir ela, no momento que ele entrou imediatamente fechei a porta, ele ficou surpreso com a minha reação, depois quando andou um pouco viu o corpo da Diana morta no chão. Ele ficou olhando isso.

  - Ela é quem eu penso que é?

  - É.

  - A Diana uma fã sua.

  - Sim.

  - Você sabe que o objetivo não era matar as fãs.

  - Você não acha que eu não sei disso.

  Ele aponta para o corpo da Diana, como dizendo não está vendo como claramente você não sabe que esse não era o objetivo, mas sei que ela não era para ser o objetivo, mas foi o Marcelo que tinha feito isso.

  - Mesmo assim eu sei do nosso plano. – Disse isso para ele.

  - Ela fazia parte do plano, mas ela devia está viva.

  - Mas ela não está mais.

  - É eu não preciso me lembrar disso.

  - Aparentemente você precisa.

  - Sei o que estou fazendo.

  - Primeiro aquela garota depois da Diana, você tem que parar de matar as suas fãs.

  - Eu sei.

  - Você não mataria a minha irmã mataria?

  - Não.

  Na verdade mataria esses dois do jeito como ao invés de me ajudar ficam complicando a minha vida, mas infelizmente nesse momento estou precisando da ajuda deles, por mais que odeie admitir isso, por mais doloroso que seja.

   - Eu tinha meus motivos acredite em mim

  - Ok, o que vamos fazer?

  - Temos que nos livrar do corpo.

  Finalmente volto para a minha casa, depois que eu me livrei do corpo da Diana, até agora não estava tendo nenhum visão sobre a Roberta das trevas, estava tudo normal, pelo menos para mim Quando tudo parecia anormal.

  Quando cheguei a casa vi o Marcelo lá na minha casa, tudo parecia está tranquilo, como se a gente não tentasse se matar. Não acredito que ele pensa que tudo vai voltar ao normal depois disso.

Segredos sinistroLeia esta história GRATUITAMENTE!