CAPITULO 29- d a i s y & m o r e n a

230 23 1

- Vai sair? - Ian perguntou
- Vou ao shopping
- Sozinha?
- Com Lisa e Alice
- Ok - Ele me deu um beijo na cabeça - Diga a Lisa que estou com saudade.
- Deixe a garota respirar.
Meu irmão riu e antes de sair pra trabalhar deixou 50 reais em cima da mesa.
- Coma alguma coisa, você não tomou café hoje.
Eu sorri e fiz que sim com a cabeça. Ian era um ótimo pai. Melhor que o meu até.
"Preparada para o girl's day?" - Mensagem de Daisy
"Ian acabou de sair, te espero na portaria"
"Saindo de casa"
Coloquei um short jeans, uma blusa branca, prendi os cabelos cacheados num rabo de cavalo e desci.
Lisa não demorou pra chegar.
- Vamos de Aeroportos Wengrov hoje? Cadê o motorista? - Brinquei, entrando no carro branco da empresa de Lisa.
- Sério, garota, seus país já deviam ter te doado esse carro, ele é mais seu que do Aeroporto. - Alice opinou.
- Eu sei, vocês não acham que já tentei?  Mas eles adoram dizer que é mais emocionante ter um carro quando ele é comprado com seu primeiro salário.
- Do jeito que você está na faculdade, se eu fosse eles eu não contava com seu primeiro salário até daqui a uns cinco anos.
- Vai se fuder, Alice. - Lisa falou
- Já te disse...
- Você está procurando alguém pra te ajudar com isso. - Completei.
Essa era a frase de Alice, já que mesmo sendo linda do jeito que era, ela estava sempre solteira.
- Tá atrasadinha, Amora...
- Oi?
- Alice já encontrou alguém.
Alice deu um tapa no braço de Lisa.
- Encontrou? - Perguntei
- Higor...Higor de que? - Lisa perguntou, provocando Alice.
- Nem sei o sobrenome do cara, mas que ele é gato é. Conhecemos ele no Caiçaras.
E o papo continuou assim. Elas até falaram de um tal de Tay, dizendo que o cara era "meu número", mas não dei atenção.
- Cara, nunca tem vaga nesse shopping.
- Também, né Lisa? Esse carro precisa de um estacionamento só pra ele, olha o tamanho dessa banheira.
Fomos de quinze em quinze lojas até Lisa encontrar o "vestido mais bonito de todo o universo". Até que ela encontrou e, caralho, Lisa estava perfeita.
O vestido era lilás, colado até a altura do joelho, com uma fenda deixando sua perna esquerda a mostra.
- Se eu fosse Pedro eu desceria do altar e te pediria de volta.
- Informação demais, Alice.
- Quem? - Perguntei
- Eu meio que esqueci de te contar, morena
- Esqueceu nada, ela tava cagando de medo de você interpretar errado.
- Alice! - Lisa repreendeu.
- Que foi, gente?
- O ex namorado de Lisa é o noivo.
Fiquei boquiaberta.
- Como é? Você..você gosta dele?
- Claro que não! - Lisa segurou na minha mão. - Claro que não, morena, eu amo seu irmão. Pedro é só um babaca.
Minha respiração desacelerou.
- Então por que vamos ao casamento dele? - Perguntei
- É open bar - Alice respondeu
- Eu não posso beber - Falei
- Vai ter comida - Ela continuou
No meio de vários risos, conseguimos escolher nossos vestidos. Lisa pagou pelos três. Quando deixamos Alice em casa, eu perguntei:
- Aconteceu alguma coisa entre voce e Ian?

*****
Quando ouvi a pergunta, soube quem era o autor dela. Não era Amora, era Ian.
- Não, por que? - Franzi a testa
- Ah, ele... - Comecei, pensando em uma desculpa.
- Ele te sufoca. - Ela deu uma risada baixa - Eu não te culpo, sabe? Ele disse que você ficou sem responder e não foi lá em casa ontem...um dia só e parece que Ian vai morrer se não te vir. - Ela revirou os olhos, Amora me entendia e isso era incrível.
- Eu realmente gosto dele, sabe? Gosto de tudo que a gente criou, mas eu... eu não sei se quero namorar ou casar. Eu quero que a gente ainda viva muito antes de nos prendermos assim.
- Você já pensou em dar um tempo?
- Amora...
- Eu não vou comentar nada com ele.
Fiz que sim com a cabeça.
- Bom, eu não acho que você estaria fazendo algo de tão ruim se pedisse esse tempo. Sabe, Ian é muito dependente de você e isso não é bom pra nenhum de vocês dois.
Apenas assenti, sem dar continuidade ao assunto. Eu amava Ian e não sabia se de fato queria passar um tempo longe dele, então tentei, de todas as formas, afastar a ideia.
Não funcionou.
Mas isso você só vai saber depois.

LISA [COMPLETO - EM REVISÃO]Leia esta história GRATUITAMENTE!