Capítulo 28

196K 14.9K 3.9K
                                                  

Por Brandon

Antes que eu comece a brigar com Emma sobre a sua grosseria a campainha toca. Emma se vira em direção a porta e a abre, vejo que é  Olivia e Bianca. Quando as vejo me ajeito no sofá (já que eu estava todo esparramado). Emma sorri e diz alguma coisa, vejo ela vindo na minha direção. Ela se senta no meu colo e me beija. Fico sem reação na hora, eu não esperava que ela fosse fazer isso.

Ela me olha, sorri e diz:

-Beijo amor, mais tarde estou de volta.- ela se levanta e sai fechando a porta.

Fico parado olhando para a porta fechada ainda sem reação. Meu Deus, ela realmente sabe fingir estar em um relacionamento.

Tragam um Oscar para essa garota.

Começo a rir e digo para mim mesmo:

-Essa garota ainda me mata.- sorrio.

Começo a pensar nesse "dia de meninas". Emma e Bianca na mesma companhia não é uma boa ideia. Mesmo sem Emma querer me contar, sei que aconteceu algo no chalé, e sei que Emma está muito irritada em relação a Bianca.

O que será que aconteceu? Será que Bianca falou algo? Tenho quase certeza que sim. Só queria saber o que.

🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼🎼

Por Emma

Chegamos na loja de vestidos e Olivia já saiu desesperada querendo ver os ajustes de seu vestido de casamento. Uma das atendentes me ajuda a encontrar algum vestido, olhamos as araras atrás de algum vestido vestido dourado do meu gosto.

Antes de entrarmos Olivia tinha nos dito para escolhermos algo dourado, já que o casamento dela será nas cores branco, dourado e champagne.

E falando em champagne aqui tem, e meu Deus também uma mesinha de salgadinhos.

Se eu amei? Nadinha.

Larguei a araras e fui em direção a mesinha, peguei um salgado e uma taça de champagne e me sentei em uma das poltronas da recepção, percebo que tem um espelho na recepção do tamanho da parede. Também percebo que está passando música pop (gostei), agora está passando Beyoncé (não se assustem se eu me levantar e começar a dançar).

Olivia sai do provador com o seu vestido, abro a boca formando um 'o'. O vestido dela é lindo, o corpete é todo de renda, sua saia em alguns pontos também tem rendas e é costas nuas. É maravilhoso.

-Que vestido perfeito Olivia.- digo e ela sorri.

-Obrigada Emma, será que o Ron vai gostar?- ele diz um pouco nervosa.

-Olha, se eu fosse qualquer outro tipo de cunhada eu falaria: Claro, você está maravilhosa, ele vai amar.- sorrio e seguro suas mãos- Mas como sou eu, Emma Grant a garota mais estranha do mundo eu digo: Ele não tem que gostar de nada, quem tem que gostar de algo aqui é você. E se você gostou, é o que importa.- ela sorri- Mas essa Emma também te garante, que ele vai se sentir o homem mais sortudo do mundo, na verdade ele já se sente assim.- percebo que Olivia está segurando o choro, ela sorri e me abraça.

-Obrigada Emma, agradeço de coração por ter você como cunhada.- a aperto no abraço e digo:

-Aaaawn assim eu vou chorar.- rimos.

Alguém solta um pigarro, nos soltamos e olhamos na direção. Vejo que é a vacaranha nos olhando com cara fechada.

-Então Liv(ela chama a Olivia assim), encontrei esses vestidos aqui, estou indo provar.- diz Bianca com sua cara de sempre (de nojo).

Amores Londrinos (1) - A Garota Do Quarto Ao Lado (Concluído)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora