Jacob mostra a foto de sua ex-esposa

764 110 5
                                                  

Seis meses se passam, Jacob leva Célia para conhecer a França e Grécia com o Iate, os dois praticamente se soltaram um com o outro e viveram dias maravilhosos nesses passeios sem se preocupar em ser reconhecidos ou Jacob ser pego pela policia, desciam durante o dia na cidade e os restantes da noite ficavam no Iate, Jacob a encheu de presentes e joias e roupas de grifes famosas e quando voltou para Istambul, o tempo começa a melhorar e o sol aparece mais vezes e Jacob e Célia passeiam pela cidade e ele a leva em locais reservados e discretos justamente para não serem vistos ou reconhecidos, mas alguns jornalistas conseguem tirar fotos dela e Jacob sempre a fazia usar lenço no cabelo, óculos escuros e maquiagem carregada, era assim que Beguzar gostava de se vestir e se maquiar, neste tempo ele deu uma aula sobre a vida de sua esposa e em uma das conversas dentro do carro ele teve que contar.

_ Eu menti quando te deixei entender que matei minha esposa!... Na verdade ela se matou, sabia que iria morrer a qualquer momento... _ Ele respira fundo. _ Ela juntou provas contra o pai e contra mim!... Nosso casamento foi um acordo e ela não aceitou, mas teve que se casar mesmo assim, brigou com a família inteira e deixou de falar com o pai e a madrasta... E neste meio tempo reuniu provas e Keren descobriu e a ameaçou!... _ Ele a olha e diminui a velocidade agora andando com mais calma. _ Eu estava na Rússia negociando umas garotas quando recebi a noticia de que ela se jogou no mar... Beguzar não sabia nadar e uma hora depois os dois seguranças a acharam... Ela se matou por alguma razão que não sei te dizer o motivo.

_ E por que eu estou no lugar dela?!

Jacob para o carro ao acostamento e dos seguranças param a traz e ele pega a carteira e tira a foto e a mostra, Célia olha para a moça da fotografia e baixa o quebra sol e abre a pequena capa do espelhinho e se olha tirando o lenço da cabeça e sorri como ela.

_ Jesus!... _ Diz ela se espantando e em português. _ Mas tem algo de diferente nela!?

_ Sim!... O nariz... Deveria ter feito o procedimento, mas gosto de você assim!... _ ele ri e volta para a estrada.

_ Mas?!... O que você ganha em me colocar no lugar dela se nem a sua língua eu falo e entendo pouco!... E você mesmo me disse que viviam em pé de guerra e brigavam muito...

_ Os empregados são outros... Não conheceram Beguzar de verdade... Todos achavam que estávamos separados e ela morando nos Estados Unidos e por isso me ajuda e muito que fale o inglês perfeito, por que ela se recusava a falar nossa língua nativa...

_ Mas ela entende o que falam na sua língua!... E deveria responder!... Mas o que me intriga é por que me colocou no lugar dela?

_ Keren não tem para quem deixar sua fortuna e com a filha morta... Muita coisa se desmoronaria... Ela estando viva garante o império que ele construiu e posso manter os negócios a pleno vapor sem colocar outros grupos em risco!

_ Jogos de interesses!... _ Ela fala baixo. _ Você herdaria tudo por que é casado com ela!?

_ Como disse estávamos separados!... E eu não herdaria nada, mas ela sim!

_ Não estou entendendo!?... _ Célia se vira para ele e o encara, queria explicações.

_ Nos casamos novamente assim que trouxe você para cá!... Paguei caro para um juiz vir até aqui e fazer o nosso casamento... Então... Somos casados pela segunda vez... A foto é atualizada e ninguém desconfia que você não é ela... _ Keren está morrendo Beguzar!... Ele tem pouco tempo de vida!... E com a prisão... Ele definhou rápido, por isso precisava sair logo de lá e resgatar você!

_ E ele morrendo você herda tudo, toma conta dos negócios e eu?!... _ Ela procura seu olhar, tinha medo do que iria escutar.

_ Deveria te matar depois de um ano... _ Ele ri.

_ Você ri!?... _ ela fica perplexa.

_ Estou brincando!... Continuará sendo minha esposa até os últimos dias de sua vida!

_ Então nunca mais verei meu filho?... Minha mãe!... _ ela quer chorar.

_ Te falei que aquela vida não te pertence mais Beguzar!... Você morreu aquele dia!... Aceite que é melhor!... Se quer um filho eu te dou um!... _ ele fala sério e a olha.

_ Você... _ ela franze o cenho. _ Você quer um filho Jacob!?... _ Seu coração dispara.

_ Se você quiser... Eu aceito!... _ Ele sorri achando divertido.

_ Você não iria gostar do que uma criança faz na vida de um casal Jacob!... Ela modifica completamente... O relacionamento no começo é difícil com a adaptação e o homem sempre se sente rejeitado e deixado de lado, por que a mãe precisa alimenta-lo de três em três horas, trocas de fraldas, cólicas, choro de madrugada!...Acho que você não tem perfil para ser pai!... Gosta de sexo... Gosta de se divertir e de festas... Pense que não percebo como fica quando te chamam para festas e você não vai por minha causa!...

_ Eu tenho quase quarenta anos e queria deixar meu império para um filho pelo menos e posso pagar uma ou duas babás se quiser... Choro faz parte!

_ E dividir o filho comigo?... Você vai aguentar?! _ ela ergue a sobrancelha e sorri.

_ Bom!... Será por um período curto isso não é?!... Vai me dizer que você e seu marido não tinham momentos íntimos!


Célia (Volume 2)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora