Capítulo 14 - Natal parte 5

222K 16.6K 10.8K
                                                  

Então pessoas a gênia aqui esqueceu de colocar a tradução da música no capítulo anterior, então vou colocar aqui. E olhem que tradução lindaaaaaaaaaaaa. 😍

Quase Nunca É Suficiente
(Ariana Grande part: Nathan Sykes)

Emma: Eu gostaria de dizer que nós tentamos
Gostaria de culpar a vida por tudo
Talvez não estávamos certos, mas isso é uma mentira, isso é uma mentira

E podemos negar isso o quanto nós quisermos
Mas com o tempo os nossos sentimentos vão se mostrar

Porque mais cedo ou mais tarde
Nós vamos nos perguntar por quê desistimos
A verdade é que todos já sabem

Quase, quase nunca é o suficiente
Tão perto de estar apaixonada
Se eu soubesse que você me queria
Do mesmo jeito que eu queria você
Então talvez nós não estaríamos em dois mundos separados
Mas bem aqui, nos braços um do outro

E nós quase, quase soubemos o que era o amor
Mas quase nunca é o suficiente.

Bran: Se eu pudesse mudar o mundo durante a noite
Não haveriam coisas como o ''adeus''
Você ficaria bem onde você estava
E nós teríamos a chance que nós merecemos

Tente negar o quanto você quiser
Mas com o tempo nossos sentimentos vão se mostrar

Emma e Bran:Porque mais cedo ou mais tarde
Nós vamos nos perguntar por quê desistimos
A verdade é que todos já sabem

Quase, quase nunca é o suficiente (Nunca é o suficiente, amor)
Tão perto de estar apaixonada (Tão perto)
Se eu soubesse que você me queria do mesmo jeito que eu queria você, amor
Então talvez nós não estaríamos em dois mundos separados
Mas bem aqui, nos braços um do outro

E nós quase, quase soubemos o que era o amor
Mas quase nunca é o suficiente.

🎹🎹🎹🎹🎹🎹👫🎹🎹🎹🎹🎹🎹

Por Emma

Estamos todos sentados na mesa de jantar, estou entre Ron e Bran, a vacaranha está praticamente na minha frente, ela ainda está me olhando irritada, se não fosse pelos sogros do meu irmão eu já teria perguntado se ela tinha perdido algo na minha cara. Mas sei que Ron brigaria comigo depois, por fazê-lo passar "vergonha" na frente dos sogros.

Para evitar que eu faça algo que não queira desvio o olhar e fico olhando para a árvore de Natal rosa, olho para o enfeite de coração roxo e sorrio, eu amei esse enfeite. Bran me vê sorrindo e segue meu olhar, quando ele vê que não estou olhando pra ninguém ele diz:

-Tá sorrindo para quem louca?- olho para ele e paro de sorrir.

-Estou olhando para aquele enfeite- aponto- achei fofo- volto a sorrir.

-O que aquele enfeite tem demais? Ele não é grande coisa.

-Não importa, eu gostei.

-Você é estranha.- ele ri.

-E você é um idiota e nem por isso fico falando coisa.

-Uau, a gatinha está com as garras afiadas.- reviro os olhos.

Comemos a ceia e tenho que dizer.

Estava maravilhosaaaaaaa.

Caio que estava sentado na frente de Bran ficou jogando milho em mim toda hora, comecei a jogar ervilha nele, acabou que começamos uma guerrinha de comida, até que Ron grita nos mandando parar. Olho para Caio e ele me dá língua, e eu acabo retribuindo, Bran começa a rir e Ron briga conosco denovo, nos chamando de infantis.

Amores Londrinos (1) - A Garota Do Quarto Ao Lado (Concluído)Onde as histórias ganham vida. Descobre agora