Capítulo: Part 23

2 0 0

  Uma das minhas fãs está na minha casa, porque eu a convidei ela é a Diana, fico me sentindo importante do jeito como ela fica olhando para mim Fico me sentindo como se eu fosse um ser superior.

  Gosta quando são as garotas que tem esse tipo de olhar em relação a mim Por que isso significa apenas uma coisa, hoje vai rolar, nunca fiquei tão feliz por ser eu, fico imaginando tudo que ela fará por mim.

  A única garota que não gosto que tenha o mesmo olha dela é a Roberta, pelo fato dela e o irmão serem uma dupla de assassinos, queria ter a certeza de que ela não iria me matar, apesar de que sei que ela gosta de mim Mas nada mudar o fato dela ser louca, uma coisa que não dar para argumenta com eles é sobre a racionalidade.

  - Não acredito que você me convidou – Disse a Diana.

  - Pois pode acreditar.

  - Posso lhe fazer uma pergunta.

  - É...

  - Se você não se importar.

  - Claro, que você pode fazer uma pergunta.

  - Ok, Tem algum problema o pai da minha amiga está te investigando.

  - Como?

  - Se tem algum problema sobre o pai da minha amiga, está investigando você.

  - Não, por que isso seria um problema?

  - Caso você tenha raiva da gente.

  - Não foram vocês que falaram para todo mundo sobre a garota que supostamente estava comigo.

  - Ela estava.

  - Como assim?

  - É que eu vi nos registros da conversa do nosso grupo e ela disse que estava com você.

  - Me diga quantas pessoas tem no seu grupo.

  - Está falando na nossa comunidade?

  - Sim.

  - Mais de um milhão.

  - Mais de um milhão.

  - Você é querido por todo mundo.

  - Lembra.

  Por um momento estava odiando a ser eu de novo, por esse tanto de gente ainda não sei quem foi à garota que falou para todo mundo que eu tinha saído com aquela garota que o Marcelo matou. Por que eu tinha que ser famoso? Assim vai ser difícil saber quem foi à pessoa que avisou para todo mundo, espero que aqueles irmãos descubram quem foi que fez isso.

  Provavelmente os irmãos irão saber quando encontrarem uma fã, que não quer me encontrar de jeito nenhum, provavelmente é essa a fã que me enviou aquele e-mail. Quero muito saber quem foi essa pessoa.

  Fico pensando se foi a Cassandra que disse essa mensagem para todo mundo, mas acho improvável, do jeito como ela se comportou aqui, me pareceu que ela ainda gostava de mim E estava com vergonha do pai dela.

  - Se você me dá licença eu vou por banheiro um instante – Disse isso para ela.

  - Pode fazer o que quiser.

  Ela fica me olhando com um sorriso enquanto vou ao banheiro, também retribuo e fico com o sorrisinho. Daí eu entro no banheiro fico me olhando no espelho, fico retomando toda a coragem que tinha.

  Eu olho para o Lado levo um susto a Roberta.

  - O que foi? – Disse a Diana.

  - Nada – Disse isso para ela.

Segredos sinistroLeia esta história GRATUITAMENTE!