A vida nos alimenta, a solidão apodrece

81 7 0

Eu lido bem com a solidão, diz um. E eu então, eu gosto da solidão, afirma outra.

Habituamo-nos a viver sozinhos, isolados diante de nossas telas de tevê, celular, computador. Como bem diz a Lídia Martins "a solidão acabará nos apodrecendo". Isolados, vamos nos desintegrando, desfragmentando pouco a pouco e diariamente perdendo um pedaço ou dois.

Um dia, quando deixarmos a cadeira ou a poltrona e nos olharmos no espelho veremos que não vivemos nada, que o tempo passado no isolamento nos alienou a ponto de nem mesmo lembrarmos daquilo que fizemos.

E se olharmos mais fundo haverá um vazio tremendo em nossos olhos, é a falta de um sorriso, do amor, a falta das trocas. Estaremos, então, vazios e podres, o que nos impede de fazer diferente. A vida nos alimenta, a solidão apodrece.

A vida precisa de mesa de bar, teatro, música, natureza, felicidade, riso, amor. A solidão não precisa de nada.

© Dan Porto

www.danporto.com

Viver e ajudar a ViverLeia esta história GRATUITAMENTE!