Sinopse

11K 815 105

Anos antes 

Hoje é uma daquelas noites com o céu estrelado, papai e mamãe foram convidados para um baile e é claro que eu não ficaria em casa, Jeffery meu amigo e mordomo está me ajudando a por meu pequeno esmoque enquanto meus pais se arrumam, depois de algumas horas estamos todos prontos.

- Venha cá meu campeão - papai me paga no colo e começa a me jogar pro alto 

- Parem com isso rapazes, já estamos atrasados - Minha mãe desce as escadas, posso dizer que ela é a mulher mais bela que eu já vi, saímos da mansão e fomos direto para o baile, um baile chato e cheio de gente velha, algumas horas se passaram e eu implorava para irmos embora até que meu pai se deu por vencido, estávamos caminhando até onde a limousine estava estacionada até que um bandido com uma arma na mão nos parou.

- Passem tudo que tem de valor , isso é um assalto!

- Calma rapaz - Meu pai levanta as mão pedindo calma e tira seu rolex, um dos relógios que ele mais ama, pede para minha mãe tira suas joias e ela obedece

- O aliança também vadia 

- Não a chame assim - Meu pai fala irritado, minha mãe olha pra ele e começa a chora, eu sabia que o quanto aquela aliança de esmeralda  era importante pra ela, era passada de geração em geração e um dia ela iria ser minha para eu da a mulher que se tornaria minha esposa, o bandido se irrita com a demora da minha mãe para lê entrega a aliança,com um impulso  ele aperta o gatilho e acerta em cheio o peito dela.

- Nããão- Meu pai vai pra cima dele e se escuta um disparo, algumas pessoas começam a sair do baile e o bandido foge, todos vem em cima de mim , me consolando enquanto eu estou ali parado, sem nenhuma reação ,apenas sentindo uma dor imensa 


Dias atuais 

Olho para a garota nua em cima da minha cama, Paola havia acertado em cheio, a prostituta dessa noite era uma  baita vadia gostosa, pego seu vestido jogado no chão e entrego a ela.

- Ja está na hora de você ir embora 

- Não posso fica nem pra tomar um café da manhã com você- Dou uma pequena risada, elas sempre querem fica pro café, tem a triste ilusão que podem coquista o coração de um cara milionário como eu e viver feliz para sempre, elas nunca aprendem

- NÃO! aqui está seu pagamento, te dou cinco minutos para sumir da minha casa vadia, ah e tome mais isso aqui pra paga o táxi - Jogo algumas notas sobre a cama 

- Você é um cafajeste  

- E você é uma prostituta mas isso não deve ser ofensa pra você, tire esse seu corpo imundo da minha cama vagabunda , AGORA ! - Ela se levanta e sai correndo, vou até o banheiro e começo a tomar banho, quando saiu lá está ele, sermão logo pela manha, que maravilha !

- Gregory mais uma prostituta! um dia você terá que tomar jeito, seus pais não iriam gosta de ver voce tratando mal essas mulheres 

- Oi Jeffery, bom dia pra você também

- Não se faça de desentendido, você precisa tomar jeito 

- Jeffery ...Jeffery ... a vida é uma só, tenho que me diverti - Ele balança a cabeça em sinal de negação, o Jeffery era como se fosse meu pai, sempre esteve comigo em todos os momentos

- Preciso te informa que minha filha está vindo passa um tempo aqui , queria pergunta se ela pode fica na mansão - Shavana a pirralha que brincava comigo quando eramos pequenos, ela era muito zuada pelos meus amigos e confesso por mim também, seu jeito era esquisito e todos inclusive eu a achava horrenda

- Ela pode ficar mais com duas  condições , ela vai fica no quarto dos empregados e não a deixe ficar perambulando pelo minha mansão, você mais do que ninguém sabe que eu odeio gente andando  pela minha casa 

- Certo, vou ligar pra ela agora mesmo e da a noticia 


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Olá meus amores! Bom essa é minha nova historia, não irei começa a posta os capítulos agora, esse é apenas um resumo do que vem pela frente. Domando a fera vai nos mostra que o odio pode se transforma em amor . 


Domando a Fera - Livro 1 (Degustação)Leia esta história GRATUITAMENTE!