Capítulo 18 - Cruzeiro

8.4K 1.1K 296
                                                  


O dia que passei ao lado de minha filha, Lauren e Ethan foi maravilhoso. Almoçamos, rimos, fomos ao cinema assistir Procurando Dory e ao parque. Despedir-me de Sarah foi doloroso. Poderia dormir na casa de mamãe, entretanto, tem uma batalha a minha espera. Sei que, quando chegar em meu lar, Benjamin vai estar lá. Não posso negar que, existe em mim a esperança de chegar em nossa casa, ele dizendo que lembrou e que me ama, ou então, acordar e ele beijar-me como nunca, sendo ele, sussurrando que me ama, sussurrando que lembra de todos os bons momentos que desfrutamos juntos.

A casa está silenciosa, já são dez horas da noite. Em passos lentos, caminho até meu quarto. Benjamin dorme como um anjo. Sento-me na ponta da cama e sinto uma lágrima rolar. Sorrio ao lembrar de tudo o que vivemos, de todas as lágrimas e risadas que ele já me arrancou.

— Eu sempre vou te amar. Você pode se divorciar ou nunca mais lembrar do que vivemos. Mas, saiba que, além de Deus, existe alguém que te ama demais. - sussurro, enquanto afago seus cabelos.

Ele mexe-se na cama, afasto-me bruscamente.

— Katherine... — murmura sonolento. — Onde você estava? Eu esperei você, mas acabei dormindo.

— Eu estava com a Sarah. Ela mandou um abraço.

— Se importa se eu dormir aqui? — seus olhos encontram os meus.

Como negar?

Não. — dou de ombros. — Vou tomar banho.

Tomo um banho de vinte minutos, visto-me e vou para a cama. Estou exausta.

— Falei com meu advogado, ele vai entrar com o processo de divórcio.

Ou talvez não. Afinal, o meu Advogado e Juiz disse que Benjamin iria lembrar. Eu posso até esquecer do que Ele prometou, Benjamin pode nunca mais lembrar de mim. No entanto, o Senhor nunca esquece de suas promessas. Creio que Benjamin não irá assinar esses papéis.

— Hum...

— Não fica assim, Katherine.

— Posso pedir uma coisa? — encaro-o.

— Peça. — seus lábios mal se movem.

— Não fala disso comigo, não hoje. Eu tive um dia maravilhoso com a Sarah. E eu só quero descansar.

— Tudo bem. — ele assente.

— Posso pedir outra coisa?

— O que você quer? — suas sobrancelhas se erguem.

— Só isso. — abraço-me a ele, sinto seu cheiro e escoro minha cabeça em seu peito. Seus braços envolvem-me e sinto-me segura. — Boa noite, Ben.

— Boa noite, Katherine.

Então, adormeço em seus braços.
Durante à noite, acordei várias vezes. Ben ainda prendia-me como se quem estivesse prestes a partir fosse eu. Como queria poder beijá-lo, sentir seu toque, ser considerada sua única mulher, a mulher da sua vida.

Acordo com o barulho do seu celular, estendo a mão e apalpo o criado mudo.

Alô?

Katherine, é o Alaric. Tudo bem?

Graças a Deus. Está tudo bem com vocês? Sarah está bem? — indago preocupada. Sento-me na cama, Ben logo acorda e faz o mesmo.

Ela está bem, não se preocupe. Preciso conversar pessoalmente com você e Benjamin. Posso passar aí mais tarde?

Claro.

Desculpe acordar você.

Sem problemas.

Contrato de Amor: Memórias - Livro 2Onde as histórias ganham vida. Descobre agora