I'm stronger than You

223 22 78

Autora on.
Eu tava deitada em minha cama escrevendo até que...

S.F:*do meu lado* tá escrevendo oque?

Eu: não é da sua conta.

S.F: é sim. Sou personagem do livro e tenho o direito de saber, além disso, você ta sorrindo enquanto escreve.

Eu: idai?

S.F: você só sorri enquanto escreve quando é algo bom ou engraçado.

Eu: ata.... É algo bom. Mas não vou dizer o que é.

S.F: me da o celular e me deixa ver!*pula em mim*

Eu:*boto em modo furtivo e escondo até das costas* não!

S F:*tentando pegar* me dá. Me deixa ver!

Ficamos nessa até que....

Eu: da pra parar?

S.F: nao!

Eu: não notou que estamos numa posição BEMMMM errada?

Foi aí que ele notou....

Eu - deitada numa cama
Ele - em cima de mim
Nós dois - bem próximos
Motivo - celular.

S.F:*mega corado* d-desculpa.*tp*

Eu: hehehe sempre dá certo.*volto a escrever*

Lethal on.
Eu acordei deitada ao lado do Disturb que também dormia, eu me levantei devagar pra não o acordar e sai do meu quarto fechando a porta em seguida, olhei as horas e vi ser 22:30. O povo com certeza já tá dormindo. Eu saí andando pela pizzaria até que me senti observada e algo bateu com força em minha cabeça me fazendo apagar.

Toy Lethal on.
Finalmente a consegui. Desta vez ela não escapa.

Eu a segurei pelas pernas e sai a arrastando para o porão, lá eu a acorrentei numa pilastra e a acordei.

Eu: olá cadela.

Lethal: lobiranha. Que desprazer te ver.

Eu: sim.

Eu tirei uma grande chave inglesa do bolso e comecei a bater nela s danificando, sua calça estava tão rasgadas que parecia um pequeno short e sua blusa caiu revelando faixas em seus seios no lugar de sutiã.

Eu: uma verdadeira selvagem.

Então bati com tudo em sua cabeça e ela apagou de novo.

Dei Tp para o salão e fui pra cozinha jantar.

Matheus on.
Eu acordei com sons de metal sendo quebrado até que parou, eu dei Tp pra onde vinha o som é notei que era o porão, lá eu vi a Lethal danificada acorrentada numa pilastra de sustentação.

Eu: Lê*corro até ela*

Eu botei a mão em seu rosto melado de óleo e tentei ao máximo conseguir escutar o som dos seus sistemas mas não consegui.

Eu:*lágrimas nos olhos* desculpa Lê.... Eu nunca deveria ter acreditado nela... Eu... Eu gosto muito de você.mmm me desculpe por tudo....

Lethal;*voz rouca* também gosto muito de você ursenho.

Eu: ta viva.

Lethal: claro que to.... Eu arrebento a lobiranha....

Eu:*a abraço* obrigado por tudo.

Lethal: eu que agradeço por acreditar nesta loba em pele de cordeiro...

Eu: você não é isso.

FNAF Loucuras a Solta 2: The Madness Never Ends*Finalizado*Leia esta história GRATUITAMENTE!