Cap-36

4.1K 223 7

2 de 5 😄
Boa leitura 😘

Marina
Chegamos no hospital e eu fui até a recepção

-- Bom dia, o que deseja?

--Eu quero fazer um exame de sangue.

--Claro, só preciso dos seus documentos pra fazer sua ficha e daqui a pouco lhe chamo

--Tudo bem-- falei e fui sentar ao lado da Vick

--Fica calma, vai dar tudo certo-- ela fala e eu sorri

Depois de vinte minutos ela me chama e eu vou até uma sala seguindo a doutora.
Ela tira meu sangue e me pede pra esperar que em uma hora sai o resultado.

--E aí?

--O resultado sai em uma hora eu tô muito ansiosa. Se eu estiver mesmo grávida vai ser tão bom, mas não estava em meus planos, ai eu tô aflita.

--Calma, senta e bebe una água

Sentei e esperei até a doutora aparecer e me entregar o envelope

--Ai eu abro agora?

--Abre logo

--Tá

Abri e procurei alguma coisa que me dissesse o que eu queria saber.

Positivo! DEU POSITIVO!

Vick arrancou o papel da minha mão e começou a pular.

--Ai eu vou ser tiaaaa!

--E eu vou ser mãe!-- falei com um sorriso e ela me abraçou apertado

--Quando vai contar pro seu marido?

--Hoje!  Mas você vai me ajudar

--Tá

--Vamos ao shopping!

Saímos e fomos ao shopping, lá eu comprei uma roupinha branca com o escrito: "Papai" e um sapatinho muito fofo.

Depois Vick me ajudou a arrumar tudo e foi pra casa.

Eu fui terminar de fazer as coisas e fui preparar o jantar.

Hoje eu faria algo especial. Não sei o que ainda, mas vai ser especial.

Como ainda estava cedo eu fui ao mercado pra comprar umas coisas e alguns ingredientes depois fui pesquisar receitas pra fazer o jantar. Achei uma receita fácil e fui colocar em prática.

Miguel
Estava na empresa e muito estressado ninguém aqui faz nada sozinho eu odeio ter que interromper sempre algum relatório pra fazer outra coisa e meu telefone toca outra vez atendo com raiva.

--O que é?-- falo sem nem ver quem era

--Desculpa eu não sabia que estava muito ocupado-- Marina falou e eu fiquei surpreso por ela ter me ligado.

--Desculpa meu anjo é que hoje todos dessa empresa resolveram me ligar e eu nem vi que era você, me perdoa

-- Tudo bem eu te entendo

--Mas o que foi? Aconteceu algo?

--Não Miguel, são dez e meia da noite e você ainda não chegou em casa

--Já estou indo, eu estava vendo uns relatórios aqui e perdi a hora, eu já chego.

Sai correndo, não tinha mais ninguém na empresa, peguei o carro e fui pra casa o mais rápido que pude.

Cheguei em casa e encontrei ela dormindo no sofá a peguei nos braços e ela acordou.

--Eu fiz o jantar, até te esperei, mas não aguentei e comi antes se quiser ainda tá lá é só esquentar.

--Tudo bem, mas antes vou te levar no quarto

--Não, não quero dormir, eu tenho uma coisa pra te contar, eu descobri hoje, você precisa saber

--Depois você me fala tá?!

--Não tem que ser agora

--Tudo bem pode falar-- ela me olha depois olha pra barriga e coloca a mão ali

--Eu descobri hoje que eu tô grávida-- ela falou e me olha

--Você tá falando sério?

--Sim

--Eu vou ser pai?-- falei com um sorriso maior que o rosto e ela também riu

--Sim

Eu a abracei forte, mas nem tanto e rodei até ficar tonto, ela me empurrou e saiu correndo pro banheiro. Fui atrás.

--Você tá bem ?

--Sim, acho que rodei demais e fiquei tonta

--Desculpa

--A culpa não foi sua. É normal isso

--Então vem vamos dormir que estou cansado e você precisa ter energia pra carregar nosso bebê

--Tudo bem, mas você não vai comer?

--Não estou sem fome

--Vou tomar banho

--Vou com você

pequeno né?! O próximo fica maior! Beijos no coração e abraços quentinhos! Até o próximo cap! 😘💕

Casamento Forçado Leia esta história GRATUITAMENTE!