Cap-35

4.6K 217 11

Gentee esse vai ser o início da maratona, Ainda não sei quantos capítulos vão ter, mas eu Vou facer até o fim do livro. Beijos e boa leitura. 

                         ...

Marina
Estávamos em algum lugar no litoral, ainda não sei onde é, mas o que importa é que eu estou com meu marido e estou muito feliz.

Se um ano atrás alguém me dissesse que iria amar o cara com quem me casei forçada, eu diria que a pessoa estava louca, mas agora eu não vejo um futuro longe dele e vou fazer de tudo pra que nós possamos viver até o fim de nossas vidas juntos.

--No que está pensando anjo?-- Miguel pergunta me tirando de meus devaneios

--Bom... Eu pensava em nós, pensava que eu não quero nunca sair do seu lado

--Então somos dois e se depender de mim nunca vou te deixar sair do meu lado nunca-- falou me abraçando pela cintura e me beijando

--Tudo bem... Vamos a praia, está calor e eu quero comprar novos biquínis

--Você não cansa não?

--Não, comprar é bem relaxante-- falei e ele riu

--Vamos antes que eu desista

Saímos do quarto e fomos passear um pouco, passamos em uma loja e eu comprei umas coisas pra mim e pra ele também. 

Depois passamos na praia e sentamos na areia

--Vamos entrar na água Miguel?

--Sério?-- ele falou fazendo uma careta preguiçosa

--Sim, se não quiser ir eu vou sozinha mesmo-- falei levantando e tirando meu vestido, ele percebeu uns rapazes olhando pra mim e levantou vermelho de ciúmes

--Tá eu vou

--O que aconteceu? Você tá vermelho

--Deve ser o sol-- falou e me segurou pela cintura e fomos pro mar que por sinal estava uma delícia

--Te amo senhor ciumento-- falei lhe dando um beijo demorado

--Te amo também, mas eu não sou ciumento

--Tá certo então

--Eu só não gostei do jeito que esses caras olharam pra você e também esse seu biquíni está pequeno demais

--Não acho e eu não me importo com os olhares dos outros

--Mas deveria

--Não porque só me interessa chamar sua atenção e de mais ninguém-- falei e ele sorriu lindamente e me abraçou apertado

--O que eu faria da vida sem você em?

--Não sei também, acho que sua vida seria uma total escuridão-- falei e ele riu

--Verdade. Agora vamos voltar pro hotel porque já estou cansado

--Tá vamos-- e seguimos caminho em direção ao hotel

Miguel
Três meses depois...

Estamos mais felizes que nunca e percebo que vamos estar assim por muito tempo.

Vocês devem estar se perguntando: e os filhos? Eles virão com o tempo.

--Marina acorda pra não se atrasar pra aula

--Ah eu não quero ir hoje

--Então tá, mas já saiba que isso atrasa um dia a sua formatura-- falei só pra ela se assustar, mas não deu certo

--Isso não tem nada a ver! Eu estou muito cansada pra ir, sinto que vou ficar gripada-- falou e eu lhe dei um beijo na testa

--Tá bom, mas amanhã você vai

--Tudo bem, vai com Deus e se cuida

--Te amo-- falei lhe dando um beijo e saí

Marina
Eu não estou nem um pouco disposta a ir pra faculdade, já tem umas  três semanas que estou assim e eu não tô gostando nada disso.

Depois de ficar um tempo na cama eu vou pra cozinha tomar café, Monique foi embora pra morar com a filha tem pouco tempo, então agora eu que faço tudo por aqui e é bom, eu gosto.

Tomo café e sinto um enjoo ignoro e vou arrumar o quarto, a casa já estava limpa então eu fui deitar um pouco até que meu celular toca.

Ligação on...
--Alô

--Mari eu preciso falar com você urgente

--Quem é?

--Vick. Você tá em casa?

--Tô pode vir, vou te esperar aqui

--Tá chego em dez minutos

Ligação off...

Levantei e fui pra sala, pouco tempo depois ela chegou.

--Oi. O que aconteceu? Parece que viu um fantasma

--Foi quase isso

--Tá pode começar a falar

--Lembra do Caio?-- fiz que sim com a cabeça-- então ele voltou e me achou de algum jeito, eu não sinto mais nada sabe? Mas ele me disse que gosta de mim, eu falei pra ele que eu estava namorando e que amo meu namorado, mas ele não sai do meu pé

--Você já falou com o Henri?

--Não eu não quero que isso estrague as coisas, eu falei pra ele sobre o Caio quando começamos a sair, mas não falei que ele voltou

--Acho que você deveria falar com ele, não acho que vá mudar algo entre vocês porque ele te ama e vai entender que o Caio ficou no passado

--É mesmo né?! Ele vai me ajudar. Obrigada, o que eu faria sem você?

--Também não sei!-- falo e rimos de repente me vem uma vontade enorme de vomitar e vou correndo pro banheiro com Vick atrás de mim.

--Menina o que você comeu?

--O normal

--Você não acha que pode estar grávida?

--Não, na verdade não sei!

--Vamos no hospital, porque exames de farmácia podem dar errado

--Tá deixa eu trocar de roupa--depois disso nós saímos e fomos pro hospital.

Grávida? Será?







Eieieiei
Começa hojeeeee!! Maratona até o fim do livro! É tá pertinho!😒
Mas foi com carinho pra vcs! Deixem opiniões nos comentários, eu amo lê-los !

1 de 5 😀❤

Até o próximo capítulo!!! ❤❤
Amanhã viu ?! Bjão

Casamento Forçado Leia esta história GRATUITAMENTE!