Capitulo: Part 15

2 0 0

  Eu e Paulo nós estávamos indo investigar, outro assassinato que tinha ocorrido, nós estávamos indo em direção do mato, onde o corpo da tal pessoa foi encontrado. 

   - Me diga você acha que foi aquele garoto que cometeu aquele assassinato. 

  - Todos os meus instintos estão apontando para ele. 

   Finalmente chegamos ao local do crime, verifiquei tudo e era exatamente como o outro crime ocorreu, dai olhei em volta e notei uma coisa diferente. 

   - Estranho. 

   - O que foi? 

   - Verifique se tem uma mulher por perto.

   - O que você viu? 

   - Estou vendo pegadas de alguém de salto alto. 

   Ficávamos procurando se tinha algum corpo de uma mulher, mas não encontramos nada, se a mulher não era um vitima então só significava uma coisa, que tinha sido um mulher que cometeu este crime. 

   - Achou alguma coisa? - Perguntei para o Paulo.

   - Não, não achei. 

   - Nenhum corpo de mulher?

   - Nada.

   - Era o que termia.

   - O que foi?

   - Eu acho que essa mulher cometeu o crime?

   - Não foi só ela, vi outra pegada indicando, que era um homem.

  - Você acha que ele convenceu esta mulher a cometer o crime.

   Estava verificando todos os paços até ali, ficava obervando tudo direitinho até as gotas de sangue estava começando a ver o padrão desse assassinato, estava observando com muito cuidado para ver se perdia nada. 

   - Não se ele a convenceu a cometer este crime. 

   - Mas você acha que essa mulher cometeu o crime. 

   - Disso eu tenho certeza.

   - Como você sabe? 

   - Estou vendo pelas pegadas e as marcas de sangue. 

   - O que isso te indica? 

   - Que ele foi em direção á ela, pelo que tudo indica ela fez com a intenção de matar.

   - Você acha que ele a convenceu a matar. 

   - Tudo indica está apontando para essa direção.

   Isto para mim só era uma prova muito forte que era o Daniel o assassino por trás dos assassinatos, só vamos pegar a informação dele onde ele estava quando os dois crimes aconteceram.

   - Para mim só comprova que foi ele - Eu disse isso. 

   - Por que você acha que foi ele.

   - Ele é um cara conhecido, ele pode muito bem ter convencido uma fã de ele a fazer isso.  

  - Você acha mesmo isso. 

   - Pelo que tudo indica.

   Uma coisa que achei estranho, é ele ter matado um homem, se tivesse matado uma mulher loira, poderia dizer que este seria o padrão, mas como é um homem fico me perguntando qual seria a ligação dessa vítima com isso tudo. 

Segredos sinistroLeia esta história GRATUITAMENTE!