Cap 21

2.8K 224 50

Chegando lá eu e ela fomos recepcionadas da melhor forma possível, não havia chegado todos ainda, mas ficamos ali conversando e matando a saudade...
A Laura não via meus pais à um ano, encheram ela de elogios, confesso que rolou um ciúmes básico, mas passou.

Meu pai disse que hoje iria vir um amigo dele de infância e talvez o filho dele, achei bem legal, meu pai reencontrar os amigos dele.

Passou um tempinho e os convidados começaram a chegar, meu pai estava se divertindo, e minha mãe também, estávamos lá atrás, onde estava tendo a festa, a campainha tocou e eu fui atender...

Todos que iriam participar chegaram, quem será?

Abro a porta e dou de cara com o Sr. Luís, meu ex chefe

- Se-senhor Luís? - digo surpresa - oque o sr está fazendo aqui?

- Olá Clarissa, é que eu vim para o aniversário do...- ele é interrompido pelo meu pai que chega por traz de mim

- Luís!- diz meu pai

- Cláudio! - diz cumprimentando meu pai com um abraço

Eu fico ali com a maior cara de interrogação do mundo...

- Filha esse é meu amigo de infância, aquele que eu te falei...

Ainda estou meio confusa.

- Já peguei tudo no carro - diz uma voz atrás de Luís

Sério, se antes eu achava que era perseguição, agora eu tenho certeza absoluta.

- Cláudio, eu conheço a clarizinha... ela trabalha na minha empresa, e é secretária do Brian, meu filho.

- Prazer Brian - diz apertando a mão de meu pai

Eu ainda meio tonta com tanta informação

- Clari, porque você não me disse que trabalhava na empresa do meu amigo? - pergunta meu pai me tirando do transe

- O-oi... É que eu nem sabia que o senhor conhecia ele... mas agora vamos entrar que a festa é lá atrás e não aqui na porta né

- Vamos, eu quero te apresentar a minha esposa - diz meu pai levando Luiz até a festa

Eu de novo a sós com ele.

- É... onde eu coloco essas bolsas?- ele pergunta

- Pode por no quarto lá de cima, vem eu te mostro... - digo subindo as escadas

Poderia mostrar outras coisas... - penso

Bato em mim mesma por pensar isso.

- Que outras coisas? - pergunta

Me viro lentamente

- Oi?

- Você disse que mostraria outras coisas...

Fico totalmente sem graça, pensei que só tinha pensado. Meu Deus

- N-ada é que... Pensei alto, D-esculpe

Viro pra frente e continuo andando

- Eu adoraria - ouço ele sussurrar

Arregalo os olhos e continuo andando como se não tivesse ouvido nada.

Mostro o quarto pra ele e pergunto..

- Desculpe a intromissão mas... pra que essas bolsas mesmo? - pergunto encostada na porta

- A gente vai dormir aqui...- diz de costas para mim

É oque?!

- Como assim dormir?! - pergunto

Ele se vira para mim

- Oras... Vamos passar a noite aqui... deitar na cama e fechar os olhos...

Que pergunta mais idiota também, mereci.

- Ah...sim, ok então... - digo indo embora do quarto e indo para a festa

Me diverti bastante, revi minhas amigas que não via a muito tempo... Quase não fiquei perto de Brian, mas eu vi ele beijando uma garota do lado de fora de casa encostados num carro...
Confesso que senti uma coisa ruim, mas tentei esquecer.

Às 10:00h da noite, todos já tinham ido embora, menos Brian, Luís e laura que iria comigo, só na segunda de manhã...

Eu, Laura e minha mãe estávamos arrumando as coisas lá na cozinha enquanto eles estavam arrumando lá fora...

- Vocês querem uma ajuda aqui? Nós ja acabamos por lá, eles ficaram conversando lá na sala...- Brian perguntou da porta

- Seria ótimo, muito gentil da sua parte - minha mãe diz

Ele apenas dá um mini sorriso e vem nos ajudar...
Como ele consegue ser tão lindo?

- Vocês precisam de ajuda onde?

- Ah, eu já estou terminando de varrer e a dona Fernanda já está acabando de guardar as comidas que sobraram... porque não ajuda a Clari com a louça, ela lava e você seca e guarda - diz Laura

Lanço um olhar mortal pra ela e ela ri

Continuo fazendo o que eu estava fazendo e ele vem me ajudar...

- Vai me dando, que eu guardo - ele diz atrás de mim

Arrepiou até os pelos que eu não tenho

- O-ok...

Terminamos ali e eu fui direto tomar um banho... fechei os olhos e me veio a imagem de Brian beijando aquela mulher no carro.

Abro o olho e tento esquecer essa cena...

Saio do box e me enrolo na toalha, eu esqueci a minha roupa em cima da cama...

Eu também posso ser idiota, ao invés de tomar banho no banheiro que tem no meu quarto... ah dane-se, agora foi

Boto a cara pra fora do banheiro verifico se não tem ninguém é vou correndo para o meu quarto e tranco.

Pego minha roupa encima da cama e vou para o banheiro... Abro a porta e vejo a cena de Brian de cueca secando o cabelo com a toalha na frente do espelho

PUTA QUE O PARIU.

Ele ainda não me viu e eu me perco olhando o corpo dele.
E que corpo, meu deus...

Sou obrigada a sair desse transe com o Brian me chamando...

- D-descupe... É sério e-eu não queria...-começo a gaguejar - não era minha intenção entrar... É que eu...- ele me interrompe

- Eu que peço desculpas... o banheiro é seu... eu só tomei banho aqui pois sua mãe disse que...

Paro de escutar o que ele diz e o analiso de frente, meu deus, me ajuda, ele percebe e olha para mim também...
Olho para baixo e lembro que estou só de toalha, mano, eu não sei onde enfiar a cara...

Saio do banheiro e deixo que ele acabe de se arrumar para entrar...

Ele acaba e eu vou em direção ao banheiro, ele esbarra em mim sem querer e minha toalha quase cai, a sorte foi que eu estava segurando...

- Me desculpe por isso...- ele fala

- N-não... tudo bem... Não foi nada

Ele sai e fecha a porta, aí respiro fundo, eu estava prendendo o fôlego e nem percebi...

Vou dormir para sempre com a cena dele só de cueca.

Decidi tomar um outro banho... gelado.

[...]

***********************
Fiz um capitulo "meio grande" para me redimir... Hoje se eu conseguir terminar o outro ep eu posto... espero que gostem ❤ Para as pessoas que me perguntaram se eu iria parar com o livro a resposta é não, vou continuar escrevendo, vou tentar postar com mais frequência ❤❤❤❤❤❤

Meu Querido ChefeLeia esta história GRATUITAMENTE!