☀65☀

16.6K 2.2K 8.5K

Deem suporte à fanfic, votem e comentem. Boa leitura!

- Para com isso - Jimin pediu, tomando seu suco. - Eu estou comendo, Jungkook!

- Eu disse que iria tirar uma foto de você toda vez que você estivesse bonito - falei, mudando a posição para pegar outro ângulo de Jimin.

- Mas você está há duas horas tirando fotos de mim - ele rolou os olhos.

- O que eu posso fazer se você está sempre bonito? - perguntei, finalmente deixando a câmera de lado. Ele não respondeu, apenas abaixou a cabeça, para esconder o sorriso.

Era tarde de domingo e estávamos em minha casa, Jimin não foi para o seu apartamento, ficou comigo o sábado inteiro.

Nós tomamos banho juntos e eu massageei seus músculos, porque ele ficou dolorido da noite de sexta.

Também fizemos maratona de MVs antigos. Fizemos um ranking dos piores cabelos que os idols já tiveram.

Descobri que ele prefere Suju e eu prefiro Shinee. Não vou nem comentar.

- Vai querer assistir aquele filme? - perguntei, depois de conseguir parar de enaltecer Park Jimin, internamente.

- Eu não gosto de terror - ele fez uma carinha de tédio.

- Não precisa ter medo - o abraçar por trás e beijei sua bochecha. - Se ficar com medo, é só segurar minha mão.

- Você não fica assustado? - Jimin perguntou, enquanto eu o levava para a sala.

- Não - eu disse e arrumei as almofadas no sofá, para Jimin ficar confortável, e acessei a Netflix na televisão.

- Então, me proteja - pediu, e esticou os braços, esperando um abraço.

- O filme nem começou ainda - o fiz se sentar no sofá, e me deitei entre suas pernas.

A casa toda estava sob iluminação baixa, e o filme em um volume alto. Eu estava só esperando a introdução passar para que o terror começasse, Jimin se assustasse e eu pudesse cuidar dele.

Mas na primeira cena de susto, quando a mulher abriu o armário e caiu um corpo, não foi Jimin que gritou, fui eu.

- Jungkook! - Jimin deu um tapa em meu braço. - Você disse que não tinha medo!

- Eu estou só brincando - menti. - Eu não me assustei.

Meu coração estava na goela.

Nas cenas seguintes eu tive que me segurar, mas a cada novo ataque do demônio, eu saltava e ouvia Jimin rir de mim.

O bicho estava abrindo a boca da garota até rasgar as bochechas e quebrar o maxilar, então, eu não tive como me controlar, eu precisei esconder o rosto com as mãos.

- Que mocinha, Jungkook - Jimin gargalhou.

- Olha o que ele fez com a garota! - eu me defendi. - Eu não tenho coração pra isso não. Pelo amor de Deus. Por que é que esses idiotas tinham que ir passar as férias justo na casa do capeta? Não tinha como ir pra Disney não?

- "Mickey Mouse e o Massacre da Cerra Elétrica, a morte da Minnie foi só o começo" - ele brincou. - "Reboot de Pague para Entrar e Reze para Sair." Ou "O Pooh Maldito."

- Você é péssimo, Jimin - me levantei e fui ligar as luzes. - Chega desse filme sem graça. Terror mesmo é Coragem, o Cão Covarde.

- Jungkook, você é uma criança que cresceu demais - Jimin disse, espreguiçando-se.

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!