Vinícius

38 2 0

Quando cheguei à escola e vi Hanna e Lauren brigando, sabia que algo estava muito errado. Elas gritavam uma com a outra de um jeito que eu nunca vi antes, o que me fez pensar no motivo da discussão. Um caderno esquecido? Um celular quebrado? Uma agressão? Eu não sabia, então, apenas continuei meu caminho para dentro da escola. A vontade de correr até elas e pegar Lauren nos braços me era enorme, demais para sequer arriscar olhar em sua direção. Se o fizesse, com certeza desmoronaria.

-Vini? - Nick me puxou pelo braço, me trazendo de volta à realidade.

-O que foi? - perguntei, piscando algumas vezes. Lauren passou correndo por nós alguns minutos antes, me deixando louco de vontade de segui-la.

-Cara, vê se foca. O trabalho é para amanhã.

-Eu sei, eu sei. Me desculpa. Meu problema com a Lauren está me matando. Não aguento mais ver ela assim.

-Bom, ela está assim por sua causa. Devia prestar mais atenção ao que faz e fala - se intrometeu Julie. Assenti, admitindo certa culpa, mas senti que algo estava extremamente errado. Ela não me bloquearia, ou será que sim? Eu não sabia o que fazer. Ela aparecia nos meus sonhos e me fazia passar noites em claro. Perdi as contas de quantas vezes me peguei enviando mensagens para o seu número, mesmo sabendo que nunca chegariam ao seu destino, ou ligando para o seu celular, apenas torcendo para poder voltar a ouvir sua voz.

-Eu vou esperar na sala - anunciei, já me distanciando. Ao invés de ir para a sala de aula, saí pelos fundos da escola, já a caminho da cafeteria mais próxima. O meu celular tocava no bolso da blusa, mas não me dei ao trabalho de checar quem era. Precisava de um tempo de toda aquela bagunça que eu mesmo havia provocado.

Depois de pedir um café e me sentar numa das mesas dos fundos, tirei o celular do bolso. Haviam 7 mensagens, duas do Carlos, três da Hannah e duas do Nick, abri todas, para ter certeza de que não estava imaginando coisas.

Carlos: Cadê você?!

Carlos: Está com a Lauren? Ela está bem??

Hannah: Lauren sumiu.

Hannah: Cadê você?!

Hannah: Ela não atende o celular. Por favor, me diga que estão juntos e que ela está bem.

Nick: Cadê você, cara?? É urgente!

Nick: Sabe onde a Lauren está??? Ela sumiu, mas o material tá na sala.

Disquei o número do Nicholas depois de ler a última mensagem. Os dois toques que ele levou para atender pareceram uma eternidade.

-Vinícius, cadê você?

-Na cafeteria atrás da escola. Alguma notícia dela?

-Então ela não está com você? Droga! Hannah está super preocupada. Já avisamos a diretoria, mas nem sinal da Lauren.

-Estão no corredor? - peguei a mochila da cadeira do lado e me levantei, já indo para fora da cafeteria.

-Não, no refeitório. Carlos e Julie estão... acharam ela! Estamos indo para a biblioteca - desliguei o telefone e corri em direção à escola. Entrei pelos fundos e encontrei ambos, Nick e Hannah, no corredor.

-Ela está bem? - passei a mão no cabelo e senti a tensão. Nenhum dos dois sabia, então, os deixei entrar primeiro. Hannah correu direto para os fundos, onde Carlos estava. Nick a seguiu, e eu fiz o mesmo. Deitada no sofá da biblioteca, estava Lauren. Os olhos inchados e as bochechas vermelhas indicavam que havia chorado, e muito.

-Ela deve ter dormido de cansaço - comentou Carlos. Soltei um suspiro pesado e apenas assenti. A diretora entrou alguns minutos depois, a mãe da Lauren logo atrás. Ela parecia aflita, nervosa. Correu até a filha e se abaixou ao seu lado, acariciando seu cabelo.

-Carlos, me ajuda a levar ela até o carro? Já consegui a dispensa. Ela vai para casa.

-Tem certeza, dona Amanda? - indagou Carlos, mas ele já estava com Lauren nos braços, tomando cuidado para que ela não caísse. Senti uma pontada de inveja. Ele a tinha em seus braços, como amigo, era seu dever protegê-la. No fundo, eu quem queria estar fazendo aquilo, a protegendo, mas eu falhei, uma falha que eu faria de tudo para consertar.

Sonho de Açúcar Leia esta história GRATUITAMENTE!