Capitulo: Part 3

2 0 0

  Meu nome é Daniel Rochers, sou um famoso youtuber brasileiro, saí com uma garota e junto com o meu amigo de infância, O nome da garota é Roberta Claudia, uma coisa que tinha perdido para ela, não divulgar para ninguém, que ela está saindo comigo. 

   Uma coisa que eu espero é que ela respeite a minha opinião, para tudo ficar tranquilo, estamos indo nós três para não só ter um encontro, também que esse seja uma situação divertida, uma boa coisa é sair com a namorada e com os amigos. 

   No momento eu estava esperando no carro, ela e o meu amigo foram indo para a mata, sei dos tipos de coisa que acontece, estava só esperando a situação se desenrolar. O inesperado acontece, o meu amigo tinha saído da mata e estava coberto de sangue, imediatamente fui para ele.

   – O que foi cara, o que está havendo? 

   - Uma coisa ocorreu em mim. Eu fui induzido a fazer o que tinha vontade. 

   – Por que você está com uma faca, ou melhor, porque você trouxe com você uma faca?

   – Sim eu fiz.

   – Você matou a garota?

   - Sim. 

   – Por quê? 

   – É muito divertido.

   – Eu já sei o que termos que fazer, temos que dificultar que a polícia a identifique, tem que cortar o rosto e as mãos. 

   - Você tem certeza disso?

   - Cofie em min.

    Isso vai dificultar que os policiais saibam quem é essa garota.

   - Obrigado por me ajudar nessa. 

   - O que mais eu poderia fazer? 

   - Obrigado. 

   Após uma breve respirada conseguia pensar em tudo, em cada mínimo detalhe, como se tivesse planejado tudo isso desde o começo, o que é uma loucura, tenho total certeza de que eu não estava planejando um assassinato, alem do mais se eu tivesse planejado isso era eu que teria sido a pessoa que efetuou o crime e não o meu amigo. 

   - Agora, temos que ter algo cortante.

   - Acho que posso providenciar isso. 

   Do que ele poderia está falando, não temos nada no carro, algo que poderia cortar a mão de uma pessoa ou ainda por cima cortar o rosto de alguém espera que ele não planeje em usa a faca, por mais que a faca seja cortante, iria demorar muito para cortar só uma das mãos, imagine as duas, de onde todos os pensamentos estão vindo. 

   - Isso pode ajudar - Disse o meu amigo. 

   Quando vi ele tinha um machado, no momento que vi não pude acreditar de onde ele havia retirado isso, machados não nascem de árvores, não brotam do chão para qualquer um pegar, então de onde pegou essa arma, pelo que eu me lembro de que não trouxe esse maldito objeto cortante comigo, então de onde veio isso. 

   - Você está de brincadeira comigo? 

   - Do que você está falando? 

   - O machado.

   - O que foi?

   - Da onde veio à porra do machado!- gritei com ele - Não me lembro de ter trazido comigo.

   De repente me dei conta de tudo, como eu sou um idiota, como não havia notado isso antes, é minha culpa devia ter notado, mas agora meu amigo é um maníaco assassino, e ele havia planejado isso tudo desde o começo, por que agora, porque justo agora ele tinha decidido agir, o que ele estava planejando.

Segredos sinistroLeia esta história GRATUITAMENTE!