O Erro de Kevin

354 21 2


O carro parou na calçada em frente à casa de Jake no final daquela tarde. O adolescente saiu do veículo e o Sr. Jones ajudou-o a pegar suas coisas no porta-malas.

-Muito obrigado por tudo – Jake agradeceu ao pai de Dylan.

-Nós é que agradecemos pela sua companhia. Foi um final de semana muito divertido.

O garoto obrigou-se a sorrir, mesmo sem vontade. Ele pegou a sua mala e carregou-a para dentro de casa, enquanto o carro dos Jones ia se distanciando. Um pouco antes do veículo fazer a curva no fim da rua, Jake viu Dylan no banco de trás, com a cabeça baixa. Não tinha nem sequer ao menos olhado pra ele.

Por quê isso tinha que acontecer? Pensou.

Jake suspirou, tirou a chave do bolso da calça e abriu a porta. Estava arrastando a mala no corredor quando sua mãe surgiu da cozinha.

-Finalmente – Laura dissera – Pensávamos que iria chegar mais tarde.

-Oi mãe.

-Como foi a viagem?

-Foi boa. Gostei bastante.

-Me conte tudo. Deixe a mala aí no canto por enquanto.

Ele não estava com vontade de falar sobre a viagem. Só queria ir lá pra cima, tomar um banho e se trancar no quarto.

-Está tudo bem com você? – Perguntou a mulher – Parece triste.

-Tudo bem, só estou cansado e com sono.

-Por que não me ligou?

-O sinal de lá era horrível, eu bem que tentei.

-Eles te trataram bem?

-Claro que sim mãe, a família do Dylan é muito legal.

Quando finalmente conseguiu se livrar das perguntas de Laura, Jake subiu com a mala até o seu quarto. Deixou-a encostada na cama, tirou os tênis, as meias e a calça. Pegou uma toalha verde dentro do guarda-roupa e se dirigiu ao banheiro em seguida. Após ligar o chuveiro, Jake entrou debaixo da água quente e começou a recordar o que tinha acontecido lá na montanha...

Kevin ficou um bom tempo olhando para eles, sem dizer nada.

-O que é isso? – Perguntou, por fim.

-Calma, deixa eu explicar – Dissera Dylan. O skatista tentou pensar em algo pra dizer rapidamente – Foi uma aposta.

-Aposta?

-É. Estávamos fazendo apostas. O Joe me desafiou a beijar o Jake. Foi só isso, não é o que você está pensando.

-Aé? – Kevin cruzou os braços – O Joe está dormindo.

Seria uma boa desculpa se Joe estivesse acordado, Jake pensou naquele momento. Estava paralisado, sem conseguir dizer absolutamente nada. Ele tinha visto, como poderiam negar?

-Me diz a verdade – Kevin pediu, seriamente – O que significa isso?

-Não adiante mentir Dylan, é melhor falar logo a verdade... – Jake tomou coragem para dizer.

O skatista ficou transtornado. Ele já tinha dito a Jake várias vezes que não queria que seu irmão descobrisse sobre os dois. Mas naquele momento, o loiro estava certo. Era melhor dizer a verdade e acabar logo com isso.

-Tudo bem... Vou te contar a verdade.

-Então conta.

-Eu e o Jake... Nós não somos só amigos. A gente tá junto faz um tempo.

A Vida de Jake (Romance Gay)Leia esta história GRATUITAMENTE!