Cap-33

5.4K 229 4

Miguel
Chegamos já era noite e nós estávamos muito cansados.

Paramos no centro e fomos andando pra casa, já que estamos sem dinheiro pra pegar um táxi.

--Ai minhas pernas-- ela diz se escorando mais em mim

--Calma já estamos chegando

Nós andamos mais um pouco e chegamos em casa. Monique abriu a porta e levou um susto, meus pais estavam lá, os pais de Marina também e o irmão dela.

Mal abrimos a porta e vieram todos pra cima de nós.

--Filha finalmente apareceu estávamos tão preocupados. Onde vocês estavam?-- a mãe dela pergunta abraçando Marina.

--Nós fomos sequestrados mamãe-- ela fala cansada

--E você meu filho?-- perguntou minha mãe

--Também, mas é uma longa história. Depois nós contamos tudo. Estou muito cansado.

--Tudo bem, podem subir tomar banho e dormir. Amanhã vocês explicam isso direito-- fala meu sogro, eu pego a mão de Marina e nós subimos juntos para o quarto

Depois de tomarmos banho deitamos na cama

--Ah eu estava com saudades desse quarto-- ela diz se ajeitando em meus braços

--Eu também e estava com saudades do calor do seu corpo no meu-- falei dando um beijo em seu pescoço

--Boa noite amor, te amo

--Boa noite meu anjo, te amo também

E dormimos.

Marina
Acordei e Miguel não estava mais na cama.

Olhei o relógio e já eram duas da tarde. Levantei rápido e fui fazer minha higiene.

Desci e todas as minhas amigas estavam na sala

--Oi gente-- falei e elas pularam em cima de mim pra me abraçar

--Menina que saudade-- Vick falou me apertando mais forte

--Verdade criatura vem cá me dá um abraço apertado-- diz Tai e as outras me abraçam também

--Vamos nos conte tudo!-- Sara falou e fomos pra frente de casa.

Conte tudo pra elas, não escondi nada, afinal elas são minhas melhores amigas.

--Meu Deus! Quem diria que você estaria amando em princesa?-- falou Isa

--Pois é né?!-- respondi

--Sabe?-- Vick começou olhando pra frente-- eu acho que estou gostando de alguém, ele é mais velho, mas eu não tenho certeza, sabe? Mas eu não paro de pensar nele um segundo se quer-- ela fala olhando pras pernas dela e depois pra nós

--Own-- falamos juntas

--Ah gente para com...-- ela congelou quando viu um dos amigos de Miguel

--É ele?-- eu sussurrei em seu ouvido e ela só balançou a cabeça positivamente

O Henrique veio até nós e nos cumprimentou, quer dizer, mais especificamente a Vick.

Depois de um tempão as meninas foram embora e eu fiquei explicando pra meus pais e sogros e pra meu irmão também o que aconteceu.

--Vocês devem procurar a polícia!-- meu irmão falou

--Verdade! Isso foi muito grave! E se vocês estivessem mortos?--perguntou minha sogra

--Mas vocês não já falaram com a polícia?-- perguntei confusa

--Sim, mas como vocês chegaram sozinhos e ninguém ligou pedindo resgate eles disseram que vocês só estavam passeando por aí como dois jovens inconsequentes-- falou mamãe

--Mas nós não iríamos achá-los de qualquer jeito-- falo e é verdade, eles já devem estar bem longe

--Cadê o Toby?-- Miguel pergunta

--Está na casinha dele! Ele ficou triste sem vocês aqui-- meu irmão falou e eu fui até o quintal pra vê-lo.

Chego lá e ele vem correndo até mim, eu sento no chão pra brincar melhor com ele.

--Oi bebê, como você cresceu--ele fica bem agitado e lambendo meu rosto-- eu também estava com saudades meu fofinho-- pego ele no colo e levanto-- nossa como tá magrinho. Vamos tratar de comer bastante a partir de agora viu mocinho-- eu falo e ele late

Entro em casa e ele desce do meu colo e vai correndo em direção ao Miguel e fica pulando em cima dele.

--Ei garotão! Eu pensei que ele não gostava de mim-- Miguel falou quando sentei ao seu lado

-- Ele sempre gostou de você só não recebia a atenção que queria

--Verdade.

Depois, quando já estava escurecendo, nossa família (é tão bom falar isso) foi embora e o Toby foi dormir em sua casinha.

--Meu anjo, como senti saudades de estar com você em casa--Miguel fala me abraçando e beijando o topo da minha cabeça

--Eu também, mas eu estava pensando, faltam poucos meses pra completarmos um ano de casados junto com o contrato e quando acabar o prazo será que nós ainda vamos ficar juntos? Porque eu não vejo mais uma vida sem você, mas você pensa o mesmo que eu? Eu tenho medo de quando tudo acabar, isso aqui-- falei apontando pra nós dois-- acabe também.

--Marina você tem que saber que amo você e o contrato poderia acabar hoje mesmo que eu não iria me importar, saiba que o contrato foi só um pretexto pra nos conhecermos, ele não interfere em mais nada nas nossas vidas, saiba que eu quero estar ao seu lado até meu último suspiro, quero encher essa casa de crianças e tudo o que você quiser fazer eu topo por você, só pra te ver feliz-- ele fala segurando meus ombros e olhando bem fundo nos meus olhos-- eu te amo e isso é o que importa-- ele fala e eu lhe dou um abraço apertado

--Eu te amo muito-- eu falo olhando em seus olhos e depois ele me beija e sem desgrudar nossos lábios ele me leva pro quarto e foi uma noite maravilhosa.






Pupilos meus mais um cap fresquinho pra vcs!  Bjos grandes e cheiros quentinhos e até o próximo cap!!! ❤😘
Téèh 💕❤

PS.: Eu vou demorar pra postar mais pq vou estar na última semana de provas e vou estar estudando bastante, na verdade já estou, dei uma fugidinha pra avisar vcs. Bjos grandes, até 👋

Casamento Forçado Leia esta história GRATUITAMENTE!