O que é estranho,pois na morte de meu "tio" pra mim talvez ela piorasse e se sentisse mais sozinha.

Pelo menos estou conseguindo pagar seu tratamento.

...

"Mia tem alguém que quer falar com você ali fora. " diz minha mãe e eu por um instante penso que poderia ser o James. Caralho,o que é que está havendo comigo?

Ele é meu chefe e nunca viria aqui,mas por mais que diga isso para o meu cérebro, ele sempre acaba com falsas e medíocres esperanças.

Abro a porta e vejo Drew.

Filho da mãe.
"Vai embora,nos poupe disso." digo e percebo que ele está horrível.

Seus olhos estão fundos,ele está mais magro,seus cabelos desarrumados, que drama desnecessário, não fui eu que traí ninguém.

"Mia me ouve,eu... Não sei o que tá acontecendo,mas eu.... Eu te amo,e eu não te traí, eu não faria isso de novo.... Desculpa.... Eu.. Tenho recebido.... " o interrompo
"Vai embora já foi tudo resolvido,ela me contou. " digo firme.

"Ligações... " diz ele.

"Todos recebem isso,que bom que sua vida social está bem." murmuro e ele anda de um lado para o outro do jardim enquanto bagunça ainda mais o cabelo.

"Não, eu acho que.... Alguém quer te machucar. "

"Oh meu Deus. Como é possível eu não acreditar em mais nada que sai da sua boca?" digo e ele me olha como se eu tivesse acabado de o ferir.

"Mia... É verdade.... Anjo,por favor... Sei que não acredita que não te traí, mas pelo menos acredite nisso.... Me disseram pra me afastar de você.... Pra fazer você sentir dor... Pra deixar. " ele para a fala abruptamente.

"Pra deixar o que?" pergunto.

"Pra deixar você morrer sozinha se não quiser ir para o mesmo lugar pra onde você vai....." diz ele e eu estremeço,mas logo me recomponho.

"OK ,você já pode ir." digo e me viro para adentrar pela porta da minha casa.

Sinto sua mão segurar meu braço me fazendo virar para ele.

"Só tome cuidado,por favor..... Se fosse um trote eles não me ligariam todo dia no mesmo horário,nem saberiam onde você está a todo momento..."

"Adeus,Andrew. Adeus." digo tentando acabar com essa conversa estranha.

"Adeus,angel."

...
Deito em minha cama e começo a pensar,que merda ele estava falando? Por que ele viria até aqui me avisar algo assim?

Se alguém me ameaçasse não iria ligar diretamente pra mim?

Por que pra ele?
Querem me matar?

Mas eu nunca fiz mal a ninguém.

Metade da minha vida eu passei tentando ajudar minha mãe e a outra metade tentando cultivar amizades,mesmo que essa outra parte não tenha dado muito certo,não cultivei inimigos. Eu só queria algo que realmente me fizesse bem,e pensei ter encontrado isso nele... No Andrew. Quando o conheci,mas percebi estar errada. E me deixei levar quando voltei com ele novamente,nossa relação não é amorosa, é viciosa. Eu não me entrego de corpo e alma pra ele,e nem ao menos sei se ele tem uma para me entregar também.

Andrew sempre foi quieto, pegador, porém quieto e com fama de perigoso,no ensino médio ele fumava, e isso o dava um ar de Badboy que todas as garotas,inclusive eu,amavam. Eu já o conhecia antes,bem antes. Mas foi realmente ali que um interesse mútuo surgiu entre nós dois.

Não havia uma definição para Andrew, Andrew era simplesmente Andrew... E eu gostava disso,gostava de não ter uma base para saber o que fazer. Tudo era imprevisível com ele,e pra uma adolescente isso era,com certeza,a melhor coisa que poderia acontecer.

Mas nós nos deixamos levar,poderíamos só ter ficado mas fingimos que queríamos mais,mesmo que no fundo,soubéssemos que não era bem assim,e foi aí que ele me traiu numa festa,porque viu um cara me beijar. Mesmo que eu não gostasse nem amasse ele,doeria do mesmo jeito,da mesma forma dilacerante que foi,a traição não existe se não existe confiança. Eu confiei nele,e ele em mim,e tudo deu errado,afinal,é assim que as coisas são.

E agora ele diz se importar comigo? Não sei se devo acreditar,muito menos duvidar.

Mas essa história do trote está começando a me dar arrepios.

∆∆∆∆∆∆
Amores me desculpe a demora,não me matem,é só que a vida tá bem corrida, mas please não desistam da fic. :c
Amo-vos

O que acham de comentários e votos para aumentar o suspense? ;).

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!