A Casa do Número 666

2.5K 104 6
                                                  

Rodrigo era um garoto de classe média normal, ele morava em um condomínio muito tranquilo tirando o fato de ter uma casa abandonada no final da rua.
Rodrigo todo o final de tarde ia brincar com seus amigos e todos eles decidiram que iam brinca de esconde-esconde e um de seus amigos foi o fica (o cara que ia conta enquanto os outros iam se esconder) quem foi escolhido foi o Rafael. Rafael começou a conta e todos saíram correndo se esconder, como Rodrigo é um pouquinho lento, todos os lugares para se esconder estava ocupados enquanto Rafael disse:
- Preparados ou não, lá vou eu!-
Rodrigo ficou agoniado, e ele pulou o muro da casa abandonada no final da rua.
No momento que ele entrou, Rodrigo percebeu que o número da casa era 666, Rodrigo sabia que isso significa uma coisa ruim, mais também não deu muita importância, ele ficou esperando alguém acha ele mais seus amigos tinham medo de chegar perto da casa.
Aos poucos aumentava a curiosidade de explora a casa, sem medo ele entrou na casa que por dentro era muito maior que por fora, a casa tinha uma mobília velha, a sala de está era grande. Rodrigo pensou em sair dali mais tinha uma coisa fazendo com que ele não saísse, até que de repente ele escuta:
- Há,há,há...- era uma voz fina de homem, Rodrigo ficou com medo e pensou que fosse um de seus amigos que estava dentro da casa
- Quem está aí? Não tem graça!-
- Eu estou aqui, há,há,há- a mesma voz de antes disse. Rodrigo começou a corre em direção da porta que ele tinha deixado aberta, porém a porta se fechou sozinha, Rodrigo tentou abri-la só que não conseguia até que ele vê um vulto preto e começa a chora
- Não adianta chora garoto- Aquela voz disse, Rodrigo começou a anda em um corredor escuro que quanto ele mais andava ficava mais longo até que ele ver uma porta e sai correndo para abri-la só que no momento que Rodrigo abre a porta ele ver um outro mundo, onde tinhas várias pessoas gritando e chorando, ele viu vários monstros horrorosos, imediatamente ele fecha a porta, e fica abrindo as portas dos outros quartos para ver se algum daqueles era a saída. Para a surpresa dele, cada porta que ele abria tinha alguma coisa macabra, pessoas sendo torturadas, demônios, até que ele chega novamente a sala de está e ouve uma voz:
- Achei você!- Era Rafael
- Como você entrou aqui ?-
- Tinha um buraco por onde eu passei!-
- Me leva embora daqui? Por favor!-
- Vamos!- eles caminharam até um buraco que estava na parede do lado direito, só que Rafael para
- Vamos Rafael!-
- Meu nome não é Rafael!- uma voz grossa falou, e depois olhou para Rodrigo, os olhos de Rafael estavam negros e ele tinha dois chifres pequenos na testa
- Quem é você?-
- Eu sou Lúcifer, e você está na minha casa!!- Lúcifer segurou Rodrigo pelo o braço e começou a puxa Rodrigo
- Para onde você está me levando?-
- Estou levando pra a minha outra casa... no inferno!!-
Começou uma busca na cidade, para encontrar Rodrigo, procuraram em tudo que é canto, menos na casa do número 666...

Lendas UrbanasOnde as histórias ganham vida. Descobre agora