☀52☀

15.2K 2.6K 6.5K

Vote e comentem, e boa leitura.

Me encostei na parede da sala, esperando o tal Yoongi, enquanto Jimin colocava água para ferver em uma panela.

Ouvi então a campainha tocar e Jimin foi atender, imediatamente abraçando o rapaz que surgiu na porta. Eles eram da mesma altura, e ele tinha cabelo preto, a pele bem branca e droga, era bonito pra caralho.

Intensamente, indiscutivelmente, incrivelmente, irritantemente bonito pra caralho.

- Trouxe as roupas que deixou na minha casa - Yoongi disse, com sua voz um pouco relaxada. - E o pendrive com as músicas que me pediu.

Oh, que fofo.

- Ah, obrigado - Jimin disse animado. - E não precisava trazer as roupas... Eu iria buscar quando dormisse lá de novo.

Ah, dormir lá. Na casa do Yoongi. De novo.

- Eu precisava de um pretexto pra vir te ver - ele beliscou o nariz de Jimin, que gargalhou adoravelmente.

Se casem logo.

- Vou fazer comida pra nós - Jimin lhe contou e ele sorriu agradecido.

Oi, estou aqui. Tudo bem? É, bom te ver.

- Tem mesmo um gostosinho com cara de entojado na sua sala ou é só eu que estou vendo coisas? - o tal Yoongi finalmente me notou.

- Ah - Jimin se virou para mim, sorrindo. - Esse é o Jungkook. E ele só tem cara de entojado, mas não é, eu juro.

- Vamos ver - Yoongi me olhou dos pés a cabeça. - Sou Min Yoongi.

- Jeon Jungkook - acenei, sem animação.

- Vou pôr as roupas no cesto, eu já volto - Jimin pegou o saco de roupas e foi para o banheiro.

E eu fiquei sozinho com o amigo dele.

- Então... - tentei, colocando minhas mãos nos bolsos da calça.

- Então, o quê, garoto? - Yoongi se aproximou de mim. - Está com o Jimin de verdade ou está pagando? Por que se estiver apenas como cliente eu vou chutar sua bundinha malhada pra fora desse apartamento agora mesmo. E depois vou puxar as orelhas de Park Jimin até ele perder os brincos, por que eu achei que ele tinha parado com essa merda de prostituição.

Seokjin, achei seu irmão.

- Trabalhamos na mesma academia - comecei a explicar, meio amedrontado. - Eu não estou pagando por nada.

Ele é baixinho e parece fofo mas dá medo.

- Oh - Yoongi suavizou sua expressão ameaçadora. - Espera aí. Você sabe da história da prostituição?

- Sei - dei de ombros.

- E... - ele pareceu confuso. - E mesmo assim está com ele?

- Sim - disse como se fosse óbvio.

- Essa é nova - ele estava visivelmente surpreso. - Tudo bem, karate kid. Acho que posso suportar sua presença.

Obrigado.

- Acho que é por isso que o Jimin anda tão felizinho esses dias - ele pareceu estar pensando alto. - Acho que você faz bem pra ele.

- Isso é bom - tentei conter um sorriso.

- É ótimo - sorriu claramente falso. - Se você ferir meu amigo, eu juro, não estou nem aí se você é faixa verde, vermelha, preta, prata, rosa, eu acabo com sua paz.

- Eu não vou mágoa-lo - suspirei exausto. - Eu acho.

- Você acha? - ergueu uma sobrancelha. - Olha, só quero deixar claro, que não me custa nada fazer uma visitinha à sua casa e deixar o gás do seu fogão aberto.

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!