Agradecimentos e Esclarecimentos.

102 10 3

Dedico esta história à minha amiga Jacilene, que passou alguns meses tentando me convencer a ser uma escritora e ilustradora infantil. No fim eu não consegui escrever uma narrativa muito infantil, mas como podem perceber, desenhei minha própria capa. Obrigada Jaci! Sem a sua leitura beta talvez eu não me sentisse segura em postar esta história.

Devo agradecer também ao meu segundo leitor beta, que é um novo amigo, mas  a afinidade é tão grande que já o considero um "parceiro intelectual". Obrigada Lucas Nangi! Aprendi muito com as suas correções, não apenas ortográficas, como as enxugadas nos adjetivos e advérbios desnecessários.

Antes de liberar vocês para o primeiro capítulo, sinto necessidade de esclarecer porque resolvi escrever sobre uma menina negra excluída. Apesar de ser branca e loira, eu sei como é não fazer amigos e ser invisível, porque fui uma adolescente meio complicada, então sempre me identifico com narrativas de pessoas que sofrem preconceito. Fico imaginando que se eu tivesse encontrado um livro com uma personagem parecida comigo que me passasse a mensagem de que posso superar meus conflitos, a vida podia ter sido bem mais fácil.

Sei que falar de algo que não vivi é um pouco arriscado, mas aviso que não escrevi essa história totalmente despreparada. Li artigos na internet sobre afirmação da identidade negra, bem como vídeos do Youtube e livros de pedagogia que abordavam o racismo na escola. Aliás foi por causa do curso de licenciatura que decidi que minha protagonista seria negra.

Uma última curiosidade sobre a história é que ela também aborda a questão de gênero e o motivo é simples: eu sempre gostei do conto da "Bela Adormecida no Bosque" e recentemente estudei várias versões dela para um trabalho da faculdade. O único problema é que cresci e o modelo passivo da princesa passou a me incomodar,  mesmo em "Malévola" eu não vi uma mudança na personagem, de modo que necessitei escrever esta história para redimir a donzela.

Bom, isso é tudo! Espero que viajem comigo e Dandara e que cresçamos juntos refletindo os problemas sociais de nossa sociedade.

PS: É possível que a história tenha uma continuação. Já tenho algumas coisas escritas sobre elas : ).

Aleska Lemos.

Adormecida entre dois mundosLeia esta história GRATUITAMENTE!