Capitulo 7 Enfrentando a Fera.

1.6K 192 41
                                                  



—Falta muito para chegar?- pergunto ansiosa.

– Calma, já vi que está com os nervos a flor da pele?

E de fato eu estou, meu estômago dói, minhas pernas tremem, estou me sentindo como um vegano com um prato cheio de carne sangrando em sua frente.

- E não é para estar?- examino o caminho que Hannah percorre, em ruas largas e grandes prédios.

Depois de um percurso de mais de vinte minutos entre o Murray Hill e o Tibeca ela para na frente de um prédio alto, muito oponente.

Meu coração para junto com o carro quando vejo que é ai o lugar. Que será ai que irei sangrar ate morrer, ou ire matar meus inimigos. No caso ele,  o chefe dos exércitos dos agentes sexy com órgãos superdotados.

Paramos na frente de uma guarita onde ela acessa e  é liberada rapidamente, entramos em um estacionamento subterrâneo e logo ela acha uma vaga e estaciona o carro.

Que mulher ágil no volante, porra, Que inveja.

– Chegamos, te apresento Federal Plaza.- fala saindo do carro. correndo, e eu a sigo preocupada com o que estou preste a viver. A porta do elevador se abre.

Ajeito minha saia preta justa ate o joelho,

porque não coloquei algo mais confortável, mas, também não iria imaginar que participaria de uma são silvestre, sendo liderada por Hannah.

- Boa sorte! - caímos em um hall e logo em seguida passamos por grandes portas giratórias.

Avisto uma mega-recepção cheia de pessoas uniformizadas em um tom azul-marinho, e outras com jaquetas escrito FBI atrás, por todo lado.

Esto no FBI finalmente.

Me sentindo em um filme de ação, percebo que não esto sentada na última fila do cinema, eu sou protagonista desse filme.

Ai meu deus, meu estômago está se contorcendo, e eu ainda nem vi o infeliz.

Meu coração se aperta.

- Tony, ela esta comigo.- Hanna aponta para mim.

Esse armário chamado Tony, me indica um canto no balcão para colher meus dados. E lá eu perdi uns vinte minutos, fazendo meu cadastro, tirando uma foto horrível e por fim ganhei um crachá, escrito Perita Salles.

Saio correndo atrás de Hanna que insistem em liderar a corrida.

- Topson já chegou?- pergunto

– Já'mas Turner vai falar com você, mas primeiro você será avaliada.

– Porque?- Pergunto desesperada não quero enfrentar ele agora, muito menos ser avaliada.

– Aguarde. Patricinha.

Andamos juntas um bom pedaço, ela me mostra o caminho. Passo por um hall clear , entro um elevador grande, eu sou vomitada por ele em um andar cheio de baias como uma redação, todas na cor cinza e azul, como dos uniformes, muitas salas nas laterais com pareces de vidros e persianas brancas como cortina , no fundo salas e um corredor que leva sei la a onde. E para fechar o espetáculo na única parede branca um símbolo gigantesco do Bureau,  quando avisto sinto que tenho que correr para um banheiro para vomitar. O nervosismo esta ligado na velocidade creu.

-Aqui é o nosso andar, depois te mostro a academia e a cantina. - continua andando com passos ligeiro e eu a sigo com meus saltos agulhas.- Tem um café ótimo,

Quase tropeço em meus saltos e minha saia justas, não ajuda nada nessa corrida.

E me arrependo novamente, Puta que pário porque não vim de calça e sapatilhas.

Amor Intenso ( Degustação )Onde as histórias ganham vida. Descobre agora