O Jantar

289 18 0


Jake Willians e os amigos estavam naquele momento dentro do laboratório de química da Colton High. O professor era um homem careca, que estava na frente da sala escrevendo no quadro negro enquanto falava aos alunos a respeito de algumas misturas que iriam fazer durante a aula. A classe inteira tinha sido dividida em grupos, colocados atrás de mesas de metal cheias de fracos e vidros com líquidos coloridos e borbulhantes.

Os alunos vestiam um avental branco e óculos de plástico azul. Da janela Jake viu o belíssimo dia de sol que fazia lá fora e perguntou-se quanto tempo ainda teriam que permanecer ali. Gostaria que o professor falasse menos e os deixasse começar logo de uma vez.

-Muito bem, agora que todas as fórmulas estão escritas no quadro, quero todo mundo trabalhando – Falou o homem careca – Qualquer dúvida, me chamem em suas mesas que eu irei ajudá-los.

-Finalmente – Disse Joe, baixinho.

O moreno foi o primeiro a pegar um frasco com líquido vermelho e examiná-lo perto do olho.

-Esse aqui parece perigoso – Dissera.

-Mas não é, dê uma olhada no livro – Melissa o corrigiu – E nem precisamos usá-lo agora. Precisamos misturar apenas esses aqui.

Ela apontou para uns frascos na direita da mesa.

-Quem vai fazer? – Dylan perguntou.

-Todos né – Disse a ruiva – Por que você não começa Jake?

O loiro não gostava muito de química. Ele deu uma olhada nas instruções do quadro, pegou um líquido amarelo em cima da mesa e o despejou dentro de um frasco vazio. Em seguida fez o mesmo com um líquido esverdeado e a poção começou a borbulhar.

-Acho que coloquei demais – Disse ele.

-Não, está perfeito.

-Minha vez – Disse Joe – É esse aqui né?

Quando Joe colocou o terceiro líquido no frasco, a coloração mudou para roxo e começou a soltar fumaça.

-Era pra isso acontecer? – Perguntou ele.

-Acho que sim – Melissa respondeu, analisando as instruções na lousa.

-O cheiro não é muito bom – Comentou Jake, afastando-se um pouco – Parece cheiro de hospital.

Eles ficaram vários minutos mexendo com aqueles frascos, até que Jake percebeu que Dylan não estava interagindo muito com eles. O skatista estava um pouco mais afastado, de braços cruzados e encarando o vazio, distraído.

-Dylan?

-Oi.

-Aconteceu alguma coisa? Você está tão quieto.

-Não é nada... Eu só tava pensando.

-No que?

-No meu irmão...

Joe olhou para o lado, curioso. A menção de Kevin lhe fez lembrar o quanto tinha gostado dele. Tinha ido na casa de Dylan apenas três vezes e em todas encontrara-se com o rapaz, sempre tão belo e gentil. Gostaria de saber o que Dylan acharia se revelasse que tinha uma queda por seu irmão mais velho.

Provavelmente iria rir de mim, pensou Joe. Kevin é hétero...

-Ele continua daquele jeito? – Perguntou Jake.

-Sim, continua. O pior de tudo é que ele se recusa a dizer o que aconteceu. Foi depois que ele foi a uma festa, algumas semanas atrás. Já insisti muito, mas ele não me diz.

A Vida de Jake (Romance Gay)Leia esta história GRATUITAMENTE!