editado

| Os meus pais já morreram

Música: Kim Taehyung - Stigma 

Finalmente Taehyung estaciona o carro, olho para a janela e fico apaixonada pela paisagem à minha frente.

Um campo todo ele coberto de relva verde pura e algumas flores, árvores estão espalhadas pelo mesmo fazendo alguma sombra, um lago de cor cristalina encontra-se no centro com alguns patinhos a nadar, há também alguns bancos de madeira e por fim mas não menos importante, um belo parque com um escorrega, um baloiço e outros brinquedos.

Os meus pensamentos são interrompidos por Taehyung abrir a porta.

Tae: Vais continuar a contemplar a vista ou vais sair do carro e explorar?

Saio do carro, ainda maravilhada com a paisagem, e vou até Taehyung, que neste momento se encontrava ao lado do lago.

Eu: Taehyung isto é tão lindo!

Tae: Eu sei, eu sempre gostei bastante deste campo.

Eu: Alguma razão especial? - pergunto olhando para ele

Tae: Eu costumava vir brincar para aqui com os meus pais.

Eu: Oh... E vocês já não vem aqui?

Tae: Os meus pais já morreram. - baixa a cabeça

Eu: Aigoo! Mianhae Tae, eu não sabia. Não era a minha-

Tae: Não faz mal, já foi há bastante tempo.

Eu: Mesmo assim...

Tae: A sério Danbi, não faz mal, foi há muito tempo, eu tinha 10 anos quando eles morreram.

Eu: Não precisas de me dizer, senão quiseres.

Tae: Eu quero.

Eu: Está bem. Então vamos nos sentar no banco.

Caminho até ao banco ao lado de uma árvore e sento-me, Tae senta-se ao meu lado e deita a sua cabeça no meu colo. A minha mão agarra na sua, enquanto que a outra faz caricias no seu cabelo.

Tae: Como eu estava a dizer, eu tinha 10 anos quando eles morreram... Nesse dia estava bastante chuva e eu estava na escola à espera que eles me viessem buscar, já todos os alunos se tinham ido embora, até o rapaz que era sempre o último... Eu estranhei porque eles eram sempre bastante pontuais, quando começou a chover torrencialmente a senhora mandou-me entrar e esperar dentro da escola, eu fiz o que ela me mandou e sentei-me num banco à espera que os meus pais aparecessem...

Eu: Não precisas de continuar Tae.

#Taehyung On#

[Flashback On]

Já se tinham passado 3 horas, quando uma senhora vem ter comigo a dizer que precisava de falar comigo.

Sra Soo: Taehyung... Eu preciso de falar contigo.

Eu: Eu não posso agora, estou à espera dos meus pais.

Sra Soo: Os teus pais já não podem vir...

Eu: Porquê? Eles já não gostam de mim?

Sra Soo: Claro que gostam Taehyung. Só que aconteceu uma coisa e eles já não podem vir.

Eu: O que é que aconteceu?

Sra Soo: Está a chover muito e os teus pais vinham no carro para te vir buscar, mas como a estrada está muito escorregadia, o carro escorregou e eles tiveram um acidente.

Eu: Os meus pais estão no hospital? Eles estão bem?

Sra Soo: Lamento Taehyung, mas eles não sobreviveram.

Eu: Não pode ser. Isso não é verdade. Eles estão bem. Eu sei que sim.

Sra Soo: Lamento Taehyung. - diz triste

Eu: Não! - grito

[Flashback Off]

Eu: Como eu não tinha mais família, tive de ir para um orfanato. Foi ai que conheci o Yongguk, eu e ele ficamos bastante amigos, quase como irmãos. Mas depois eu fui adotado pela família do Jungkook e foi ai que conheci o resto dos rapazes.

Danbi: Dói tanto saber que passaste por isso tudo. Quem me dera que tu não tivesses sofrido tanto. Tu não mereces.

Eu: Já passou. - digo sentando me direito

Danbi: Eu tenho tanto orgulho em ti Taehyung. Tu já passaste por tanto e mesmo assim continuas forte, eu admiro-te muito.

Eu: Eu amo te pequena.

Danbi: Eu também te amo Taetae.

Nota de Autora:

• Outro capitulo para compensar o tempo que vocês estiveram à espera.

• Espero que gostem ^^

Perguntas:

• Estão prontas para o aniversário do Jiminnie Oppa??
Eu estou muito feliz e ao mesmo tempo muito triste. O meu ChimChim está a crescer demasiado rápido ㅠㅠ  

ParkDanbi xx

Let Me Know × Kim TaehyungLeia esta história GRATUITAMENTE!