Amigo Imaginário (Puppy)

2.3K 131 13
                                                  

PART-3 (FINAL)

Quando seu marido chega, encontra Catarina sentada calmamente ao lado do cadáver da mãe, com um olhar Psicopata.
Logo após o enterro de Isabella, Catarina foi internada em um hospital psiquiátrico.
Vários dias se passaram e apenas o pai de Catarina ia visitá-la.
Com passar do tempo seu amigo Puppy simplesmente sumiu, Catarina já nao queria mais brincar com seu palhacinho imaginário.
Após os médicos obeservarem a menina durante uns dias perceberam que ela estava melhorando e aos poucos estava voltando a se tornar aquela doce menina de antes, após estar totalmente recuperada Catarina pôde sair do hospital psiquiátrico e morar novamente com seu pai, quando Catarina voltou a sua casa deu um beijo no rosto de seu pai e foi até o quarto, chegando lá ela senta na cama, olha para o seu lado vazio e diz:
-Ótimo Puppy, enganamos os Médicos, agora só falta matar o papai.
Naquela mesma noite, Catarina e puppy entraram no quarto de seu pai, os olhos da garota estavam vermelhos como fogo, Catarina influenciada por Puppy, deu vinte facadas no pai enquanto ele dormia, em questão de minutos ele já estava morto, após se dar conta de que tinha matado o próprio pai Catarina corre até a casa dos vizinhos para avisar sobre a morte do pai, quando lhe perguntaram o que havia acontecido ela disse que não sabia, e nunca revelou o que realmente havia acontecido naquela noite, sem seu pai e sua mãe a justiça deu a guarda de Catarina a uma tia distante e ela foi morar bem longe daquele lugar até completar a maior idade.
O tempo passou Catarina cresceu casou e teve uma linda filha que também fez um amigo imaginário... O nome do seu amiguinho era Puppy.

Créditos: http://aminoapps.com/p/k9i948

Lendas UrbanasOnde as histórias ganham vida. Descobre agora