Atração

419 26 0

Dylan estava certo quando disse que Melissa não iria mudar o modo de tratar Jake, depois de descobrir que ele tinha uma queda por ela. Nas semanas que se seguiram, Mel agiu como se nada tivesse acontecido e eles não tocaram mais nesse assunto. Já Jake sentiu-se constrangido quando estava junto com ela nos primeiros dias, mas logo tudo voltou ao normal e os três amigos continuaram na mesma. Apenas o arrependimento de Jake que parecia assombrá-lo...

Em uma manhã no início de setembro, alguns minutos antes do alarme tocar normalmente, Jake já estava de olhos abertos e deitado na cama. Ele não parava de pensar no sonho que tivera durante a noite. Como qualquer adolescente da sua idade, sonhos como aquele que tivera são muito comuns, mas aquele específico tinha sido extremamente marcante. O garoto ficou surpreso ao perceber que tivera uma ejaculação involuntária durante a noite, o que nunca tinha acontecido antes.

Depois de entrar no banheiro e colocar a cueca molhada no cesto de roupa suja, Jake tomou seu habitual banho da manhã antes de ir para a escola. Era sexta-feira, o que significava que as primeiras aulas seriam de educação física. Era sempre bom passar essas aulas conversando com Dylan, por isso Jake estava ansioso. Além disso, o fim de semana estava logo ali e ele tinha um jogo novo para terminar.

Quando chegou a escola, Jake se encontrou com seu amigo skatista nas portas de entrada e os dois foram juntos para o vestiário. Eles colocaram as roupas de educação física e se dirigiram para a quadra do colégio, onde o professor sempre obrigava os alunos a se alongarem antes de começarem as atividades.

-Não quero ver ninguém parado! – Exclamou o professor, como sempre costumava dizer.

Depois que a maior parte da turma já estava praticando algum esporte, Jake e Dylan começaram a andar por aí sem um destino específico. Eles só queriam conversar, mas não podiam fazer isso parados sem levarem uma bronca do professor.

-Você quer ir ver a Mel jogando vôlei? – Dylan perguntou.

-Não. Nós sempre fazemos isso. E eu acho meio entediante.

-Minha vontade é de deitar no gramado e dormir debaixo do sol. Mas se o professor me pegasse...

-Educação física nas primeiras aulas tem essa desvantagem. A gente ainda tá com vontade de dormir.

Os dois garotos conseguiram enrolar por quase duas horas. Felizmente naquele dia o professor estava ocupado demais para perceber que eles não estavam fazendo nada além de dar voltas pela escola e jogar conversa fora. Por fim, quando a aula terminou, era a hora de irem novamente para o vestiário.

Assim que os dois se aproximaram do vestiário, eles viram que o local estava cheio. Aparentemente, não apenas os garotos da sua classe estavam ali, como também alunos de outros turmas que haviam participado de um treino de futebol. O barulho era muito grande e Jake e Dylan não quiserem entrar ali naquele momento.

-Vamos esperar um pouco até esvaziar – O skatista comentou – Não quero ficar ouvindo as merdas que aqueles idiotas estão falando.

-Concordo.

Eles deram meia volta e foram se sentar em um banco próximo.

-O quê pretende fazer esse fim de semana? – Jake perguntou.

-Não tenho nada em mente. Quer sair?

-Não sei... Acho que vou ficar em casa jogando. Nós saímos no sábado passado e no domingo também.

-Ah, mas eu gosto de sair com você. É melhor do que ficar em casa aturando o meu irmão.

-Falando nele, como ele tá?

A Vida de Jake (Romance Gay)Leia esta história GRATUITAMENTE!