O Começo

1.5K 46 33


A viagem estava sendo mais rápida do que Jake esperava. Ele olhou rapidamente pela janela do carro, viu várias árvores passando, casas muita iguais umas das outras, pessoas andando pela calçada e ficou imaginando como seria a sua nova vida naquele lugar. Então abaixou os olhos e voltou a jogar no seu console portátil, tentando esquecer tudo o que tinha deixado para trás. Aquele seria um recomeço para ele e sua família.

Era a primeira vez que Jake colocava os pés em Hemiltown, a cidade onde ficava sua nova casa. Seu pai, Edward Willians, tinha sido promovido na empresa de comércio onde trabalhava e acabou sendo transferido para uma das filiais naquela cidade. A mãe de Jake, Laura Willians, também iria abrir o seu próprio negócio em Hemiltown. A expectativa era grande e Jake podia ver a animação no rostos dos pais, mas ele mesmo estava com um pouco de medo do iria acontecer dali para frente.

-Chegamos - Disse Edward.

Quando o carro parou próximo da calçada, Jake desligou seu PSP e olhou pela janela para o seu novo lar. Era uma casa grande, de dois andares, quase toda branca, que ficava exatamente na esquina daquele quarteirão. Ele já tinha visto fotos da casa, mas pessoalmente ela era muito mais bonita e parecia bem maior. Jake não perdeu tempo e pulou para fora do carro, agarrando uma mochila preta que trazia consigo e ajeitando o boné na cabeça.

Jake Willians é um adolescente de 16 anos, magro, com cabelos loiros e olhos verdes. Naquele dia ele usava um casaco preto de capuz, uma bermuda escura e um tênis vermelho que tinha comprado recentemente. A viagem de sua antiga cidade até Hemiltown tinha durado mais ou menos uma hora e meia. Ele ficou parado observando a casa por alguns minutos até que seu pai estacionasse o carro corretamente.

-É maior do que eu imaginava - Disse Jake quando sua mãe parou do seu lado.

-Muito bonita não é?

-Sim.

-Vai lá conhecer o seu quarto. Depois volta aqui para ajudar a gente com as coisas do carro.

-Tá bom.

Laura entregou a Jake uma cópia da chave da casa e o garoto saiu apressado até a porta de entrada, atravessando um caminho de pedras traçado sob um gramado verde-escuro. Assim que abriu a porta Jake se deparou com um corredor pequeno, com paredes pintadas de azul e que terminava na cozinha. Uma entrada na esquerda levava a sala de estar, que o garoto deu uma olhada rapidamente. E bem no meio do corredor estava a escadaria que levava ao andar de cima.

Jake subiu os degraus o mais depressa que pôde e foi direto para o seu quarto no final de outro corredor. Como todo o resto da casa, o quarto de Jake já estava mobiliado há dias, embora algumas caixas ainda estivessem no chão em um canto. Era pequeno, com uma janela na parede, uma cama, um armário e uma mesinha com um computador desligado. O garoto largou a mochila em cima da cama e deu uma olhada pela janela, afastando cortinas claras que tinham sido colocadas. Dali ele podia ver o outro lado da rua e as laterais da sua própria casa. O bairro parecia tranquilo, cheio de árvores, muito diferente do prédio onde eles moravam anteriormente.

Depois de dar uma olhada dentro do armário - encontrando algumas de suas roupas já penduras - Jake saiu do quarto e percorreu novamente o corredor, dessa vez curioso para ver o resto da casa. Ele abriu a porta do quarto dos seus pais e viu que era muito maior do que o dele. Havia um banheiro naquele andar e também uma espécie de dispensa vazia. Descendo as escadas, Jake foi olhar a cozinha e depois a sala de estar. Quase tudo estava no seu devido lugar. Alguns móveis eram mais antigos do que ele próprio, mas havia muitas coisas novas também, como a belíssima TV de plasma que seu pai comprara. Jake estava ansioso para jogar vídeo game naquela tv.

A Vida de Jake (Romance Gay)Leia esta história GRATUITAMENTE!