☀33☀

14.8K 2.9K 4.6K

Boa leitura, vote e comente!

- Você está bem? - massageei seu pulso, onde o cara havia segurado, tinham manchas escuras.

- Estou - ele finalmente sorriu, as mechas louras caindo sobre sua testa. Era angelical. - Obrigado pela força.

- Que babaca - olhei na direção que o cara havia seguido. - Vai de ônibus hoje?

- Estava pensando em caminhar - piscou os dois olhinhos para mim.

Ahh!

- Quer que eu te acompanhe? - abaixei a cabeça após perguntar.

- Não - sorriu e beijou meu rosto. - Tchau.

E começou a andar. Eu fiquei parado, de boca aberta, enquanto ele partia.

- Eu estou bricando - gritou para mim. - Venha!

Eu corri para alcançá-lo, e o peguei rindo, revirei meus olhos mas ri também, de forma contida.

Começamos a caminhar, lado a lado, sem se falar por um tempo.

Ele faz eu me sentir um garoto virgem do colegial. Eu odeio essa sensação.

- Gosta de caminhar à essa hora? - perguntei, estava sem assunto e nervoso.

- A qualquer hora do dia - Jimin sorriu, ou não havia desfeito o sorriso de antes. - Eu gosto do sol.
Ew.

Mas droga, combina com ele, e isso não soa mal.

- Ah - sorri sem graça. - Prefiro a noite.

- Ai que gótico - ele me deu uma cotovelada leve. - Você me lembra a lua.

- Eu brilho? - sorri convencido.

- Você é muito pálido - respondeu e eu desfiz o meu sorriso. - Mas tá, prepare-se para a cantada genial que eu criei agora.

- Ah Deus - fechei os olhos, temendo pelo que ouviria.

- Jungkook - paramos em um parque pouco movimentado e Jimin olhou em meus olhos. - Eu não gosto da noite... Mas com você eu passaria mil e uma noites.

No primeiro instante eu fiquei em silêncio, encarando-o e então comecei a rir feito idiota, e ele escondeu o rosto com a mãos.

- Ei - o empurrei contra uma árvore, e ele tirou as mãos do rosto, eu juntei meu corpo ao seu, e ele me segurou pela barra de minha camisa.

O beijei, e diferente de ontem, desta vez foi com mais necessidade, eu segurei seu rosto com minhas mãos e comandei o beijo. Seus lábios cheios contra os meus criavam sons, e sua língua na minha fazia a boca do meu estômago borbulhar.

- E aí - passei o beijo para seu maxilar. - Quer passar a primeira das mil e uma noites comigo, amanhã?

Jimin sorriu e abaixou a cabeça.

- Melhor não - ele disse enquanto brincava com a gola de minha camisa. - E desta vez eu não estou brincando.

Fiquei confuso.

- Sei que realmente quero transar com você - ele seguiu o contorno do meu queixo com os dedos. - Mas não vai ser tão fácil.

Maravilha. Do que ele está falando?

- Não estou falando pra gente sair pra transar - rolei meus olhos. - Vamos pegar um bar, uma boate, um restaurante, sei lá, qualquer coisa...

- Não precisa de tudo isso, Jungkook - ele se desvinculou de mim, afastando-se da árvore. - Eu tô acostumado, okay? A gente só precisa transar, não precisa fingir que gosta de mim e bla, bla, bla.. Eu só quero esperar um pouco.

Droga, Jimin.

- Mas eu não... - tentei dizer e ele me deu um beijo.

- Tchau, babe - sorriu para mim e seguiu até o ponto de ônibus, onde logo pegou o transporte.

Eu realmente queria apenas sair com ele. Merda.



//eu to muito louca com esses dois. vamos falar da vergonha alheia na cara do rapmon e do yoongi enquanto o tae cantava cypher gente, eu quase morri ksksks. enfim, votem e comentem. amo amo comentários... vcs são foda ♡♡//

Sunboy {jikook}Leia esta história GRATUITAMENTE!