Capítulo 4

1.8K 229 16

" Só por hoje"

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

" Só por hoje"


Boa noite Amorecos..... vamos de mais uma capitulo? Espero que gostem.... aviso que este capítulo não foi revisado... a minha Beta fernanda França sumiu hoje, e como me comprometi com vocês de quinta ter postagem cá estou.... rsss... desculpe qualquer erro, depois a gente arruma esse negócio....

Me digam o que estão achando... vou amar saber.... bjkas...


— Papai, você prometeu que a gente ia comprar uma árvore maior de natal esse ano. Prometeu tem que cumprir.

— Eu sei, tenho uma dívida com você filho. Você vai ter sua árvore de natal. Agora coma antes que sua mãe venha e veja que nem mexeu no prato.

— Pai, eu não quero isso. È ruim.

— Yago, já conversamos sobre nos esforçarmos para fazer a mamãe feliz.

— Tudo bem papai. Eu prometi, e agora tenho que cumprir...

— É isso ai. Você é meu herói. Depois te recompenso com batata frita e hambúrguer. É o nosso segredo.

— Estou vendo que gostaram da minha nova receita. Quando eu digo que é fácil gostar de comida saudável ninguém acredita.

— Eu acredito mamãe.

Yago, pisca para mim, e eu sorrio devolvendo uma outra piscada. Esse é o nosso código secreto.

— Está uma delícia amor.

— Obrigada amor. Você não vale, o mais importante para mim é aquele rapazinho ali. Se ele gostou então ganhei meu dia. Já que hoje era meu dia de escolher o cardápio.

Lembranças. Lembranças que trazem sorrisos, e lembranças que trazem dor. Malditas lembranças que não trazem Sofia de volta para mim. Conviver com a falta daquilo que você não terá mais é mesmo uma merda. A voz que você não ouvirá mais. O cheiro que aos poucos vai sumindo da sua memória. O toque que te acalmava, agora não existe nem mesmo para te perturbar. A piada sem graça ao redor da mesa, no dia da "comida saudável da Sofia", acompanhada pela horrível Berinjela gratinada que ela fazia, e achava uma delícia., não se ouve mais.

Enfrentar o mundo de frente depois de tudo seria muito mais difícil se eu não tivesse Yago comigo. Ele me dá força e me empurra para frente. É por ele que continuo andando. Os pedidos de Sofia naqueles últimos dias martelam em minha mente, e a promessa que fiz de ser feliz ainda não consegui cumprir, mesmo depois de dois anos.

— Me promete fazer de Yago, um homem tão bom quanto você! — Meu coração sangrava a cada vez que escutava a voz fraca de Sofia.

— Eu prometo meu amor! Mas não fale como se estivesse me deixando.

Curando FeridasOnde as histórias ganham vida. Descobre agora