Capítulo 22

19.9K 1.4K 144
                                                  

Acordei ouvindo um choro. A cama estava mais espaçosa e o Luan estava sentado em cima do baú ao pé da cama. O Ricardo ainda estava com seu braço entrelaçado na minha cintura e a Laura estava dormindo como um anjinho.

Levantei um pouco a cabeça e chamei o Luan.

- O que foi lindinho?

- Dormimos demais... Minha mãe. - tentei me livrar do braço do Ricardo bem sutilmente e engatinhei até o pé da cama.

- Então vamos tomar um café da manhã pra gente ir com barriga cheia ao Hospital. Mas fica tranquilo, o Jorge não nos ligou, então deve estar a mesma coisa que ontem Lu. - sorri pra ele, mas ele limpava o choro e estava muito triste.

Sai da cama e o peguei pela mão para irmos pra cozinha. Abri a geladeira e lembrei que não tinha nada pra comer, além de alface murcho e tomate.

- Preciso ir ao supermercado... Quer ir comigo? - Luan assentiu. Fui trocar de roupa e escovar os dentes no banheiro.

Peguei uma folha de um bloco de notas e deixei um recado para o Ricardo avisando que estaríamos no supermercado aqui do bairro e peguei minhas chaves do carro. Luan e eu descemos em silêncio até a garagem e fomos assim também até o supermercado.

Chegando lá pegamos um carrinho de duas cestas, que é um pouco menor do que o carrinho comum e entramos no mercado.

- Acho que vou comprar um par de roupas pra você e pra Laura, assim vocês tomam banho e eu lavo essas que vocês estão usando, que tal? - ele assentiu.

- Vou pegar pão de forma, requeijão, bolacha de chocolate e morango, salgadinho e iogurte, tá bom? - ele assentiu.

Luan estava quieto demais, mas eu não podia pressioná-lo para conversar. Só não queria que esse silêncio estivesse barulhento dentro da mente dele.

Primeiro fomos até a seção de roupas e ele escolheu uma camiseta azul marinho lisa, uma calça de moletom preto, duas cuecas e uma meia. Depois ele foi sem eu pedir para a seção das meninas onde pegou uma babylook laranja com um desenho abstrato e uma calça jeans pra Laura. Enquanto ele pegava essas coisas eu estava na parte de lingerie pegando pra ela duas calcinhas e uma meia e depois fui para a seção de higiene para pegar três escovas de dente, para as crianças e para o Ricardo.

Então fomos procurar nossa comida do café da manhã. Peguei uma maçã verde pra comer porque minha barriga estava roncando e entreguei outra para o Luan.

- Se quiser mais eu compro uma maçã pra cada um.

- Eu queria uva verde. - finalmente uma frase!

- Perfeito, então vamos comprar uva verde! - sorri.

Nosso carrinho estava com roupas na parte de baixo e cheio de comida e baboseiras na parte de cima. Mesmo sem uma lista de compras a mão foi uma compra rápida e logo voltamos pro meu apartamento.

***

Chegando lá, Ricardo e Laura já estavam acordados e assistiam algum desenho na tevê.

- Ei. - Ricardo se levantou vendo que eu estava com o monte de sacola assim como Luan e pegou algumas para nos ajudar.

- Vamos tomar café da manhã logo e assim que vocês terminarem vão tomar um banho. - disse para as crianças separando as roupas que eu tinha comprado e entregando ao Ricardo uma das escovas que eu tinha comprado. Ele sorriu pegando a escova da minha mão.

- Então estamos nesse nível? - ele cochichou e tive que sorrir também.

Comemos em silêncio, mas pelo menos as crianças comeram muito, ao contrário de ontem à noite. Separei algumas bolachas e caixinhas de achocolatado, fiz alguns pãezinhos para levar ao hospital e inclui quatro iogurtes para levar numa sacola térmica.

Com a bola toda - em revisãoOnde as histórias ganham vida. Descobre agora