Capítulo 01 - Hills Like White Elephants

20K 1.1K 634

("Colinas Parecendo Elefantes Brancos")


N/T: flashbacks em itálico



Eu a observei fazer o que ela faz de melhor de uma certa distância. Eu podia ver a paixão em seus olhos e ouvir a confiança em sua voz do fundo da sala. Sua voz se elevava quando necessário e abaixava quando ela sentia a necessidade de captar a atenção do seu público. Ela era uma professora incrível e seus alunos eram facilmente cativados. Nós nos conhecemos exatamente aqui nesta sala de aula da faculdade, onde cabiam cento e cinquenta estudantes, e na qual eu me encantei por ela instantaneamente. Embora eu deva admitir que o que me encantou inicialmente não foi seu vasto conhecimento sobre Ernest Hemingway, mas sim seu longo cabelo escuro que caía perfeitamente por suas costas, e seus olhos verdes grandes e brilhantes que pareciam enxergar através de mim. Eu sinto saudade do jeito que esses olhos me faziam sentir, porém depois de tudo que aconteceu eu não tenho certeza se eu quero que eles olhem em minha direção. Porque, como sempre, eles refletiriam exatamente como ela se sente, e eu não sei se quero saber como ela se sente sobre mim nesse momento. Pode ser que ela se sinta desapontada, ou com ódio, ou pior ainda, sinta-se indiferente.

"Ei." Eu escuto um sussurro vindo de trás e me viro, encontrando uma garota com um brilho confuso no olhar.

"Sim?" Eu pergunto para a garota desconhecida.

"Você entendeu como era pra fazer o dever de casa pra hoje?"

Eu balanço minha cabeça. "Não, desculpe-me, eu não sou estudante. Estou apenas assistindo à aula."

Ela assentiu e me assegurou que estava tudo bem enquanto voltava a fazer suas anotações depois de me tirar do meu transe.

A garota de olhos verdes que estava em frente à turma continuou a sua aula e pensei que era melhor eu ir embora, antes que ela me notasse.

"O autor nunca afirma diretamente sobre o que é a conversa deles. Então, sobre o que vocês acham que esses dois personagens estavam falando?"

Sua voz ecoa pela sala enquanto ela continua a dar sua aula e eu resolvo atravessar a multidão de estudantes para ir em direção à porta.

"Alguém?" Ela pergunta.

A quantidade insuficiente de espaço entre as fileiras estava tornando minha tarefa mais difícil do que eu esperava, especialmente com as inúmeras mochilas e bolsas pelo caminho.

"O que você pensa sobre o assunto? Você aí em cima."

Eu interrompi o meu trajeto, mas me recusei a olhar em direção à frente da sala. Contudo, em razão da quantidade de alunos olhando para mim, eu sabia com quem ela estava falando.

"Sim, você." A voz familiar disse. "A garota tentando escapar da minha sala de aula."

Uma onda de risadas preencheu o ambiente enquanto eu me virava lentamente para encará-la. O sorriso suave que estava em seus lábios desapareceu imediatamente.

Eu olhei para o quadro atrás dela e notei escrito "Colinas Parecendo Elefantes Brancos". Eu lembro de discutir sobre esse livro com ela. Não aqui na sala de aula, mas no chão do meu quarto depois de termos terminado nossa segunda garrafa de vinho. Eu lembro dela falando apaixonadamente sobre o quanto amava literatura, o brilho em seus olhos que me fez me apaixonar ainda mais por ela a cada palavra que saía de sua boca. Nós não usávamos nada além de moletons confortáveis e eu lembro que mesmo vestindo só isso parecia muita roupa na época.

The Iceberg Method (Português)Leia esta história GRATUITAMENTE!