1.9

1.3K 79 13

MUITO OBRIGADA PELOS 3K DD VIEWS,MEU,FODA-SE,EU AMO VOCÊS :')

∆∆∆∆∆∆
                     Mia

"Mery?" pergunto quando a vejo encostada no batente da porta,ela simplesmente sorri.

"Mia... Será que posso entrar?" pergunta ela,meio nervosa.

"Sim sim. "

Nos dirigimos ao sofá de casa enquanto a vejo mexer freneticamente nas mãos. Algo não está certo.

"Então?" digo quebrando o silêncio incômodo que se instalou no local,quando sentamos no sofá.

"Primeiro, queria falar que sinto muito por sua perda de memória, e eu... Eu.... " começa ela.

Oh sério? Depois de um mês ela vem falar isso?

"Você poderia ter mandado uma mensagem,já que não se importou tanto no mês passado quando sua amiga foi internada num hospital." digo e ela me olha incrédula e magoada.

"Me desculpe,Mia. Eu não tive tempo,eu,eu. Me perdoe." diz.

"OK." digo simplesmente.

"Eu queria falar uma coisa." continua ela.

"Fale logo e poupe nosso tempo."

"Me desculpa pelo que eu fiz..." diz.

"Já disse que tudo bem..." digo mas ela me interrompe.

"não, não é disso que estou falando. Eu...eu..."

"Meredith, você o quê?" pergunto já inquieta.

"Ele estava lá,esperando por você,falando em como você era linda e não merecia sofrer,e no quanto estava preocupado,e eu queria ser legal,mas acabei estragando tudo,como sempre...." fala ela.

"Do que estamos falando?" pergunto.

"Eu e o Andrew,nós.... fodemos... Mas a culpa não foi dele,eu juro...." ela continua falando coisas desconexas,mas eu me recuso a continuar ouvindo.

"Vocês nem sequer vão ao mesmo tipo de lugar..." digo.

"Foi.... No hospital,quando você ficou internada.... Por isso não fui mais lá. Me perdoa Mia. Foi um erro."

O quê?

Me levanto do sofá e paro em sua frente.

"Você era minha amiga,minha única amiga,e você acha que foi um erro foder com meu namorado? Se você sabe que é um erro agora,então por que fez?" pergunto e aponto o dedo em seu rosto.

"Você não merece mais nem 1% do meu respeito. Saia agora da porra da minha casa porque você está impregnando meu sofá com seu cheiro de vadia." digo e dou espaço para que ela saia.

Ela parece não acreditar no que disse, mas nem eu acredito,eu nunca fui de brigas ou de ofender as pessoas,mas o que ela fez foi a pior coisa do mundo.

"SAI." grito, e então ela corre até a porta e fecha a mesma atrás de si.

E eu choro,choro por ser burra e acreditar nela,e por ser mais burra ainda e acreditar em Andrew.

...

                     Meredith

Eu estava realmente tentando me afastar dela,tanto que no acidente,nem fui ao hospital ver ela,sim fiquei preocupada,lógico, mas eu não podia. Eu realmente pensei,que se me afastasse tudo isso acabaria,que minha família ficaria bem,e minha amiga também,mas as coisas não funcionam assim.

Pessoas más funcionam a base de ódio, e pessoas boas funcionam como vítimas às pessoas más.

Saio da casa dela,deixando ela terrivelmente arrasada.

É como aquela frase, "Os fins justificam os meios."

E o único meio foi arrasar minha amiga para proteger meu filho,e eu quero mesmo um fim nessa tortura.

Desculpa Mia,espero que me perdoe,você sabe que não gosto de mentiras,mas meu filho precisa de mim,e ele é a única coisa boa que tenho na vida.

Meus pensamentos cessam quando me sinto ser empurrada até um carro preto de luxo.

"Isso mesmo,bom trabalho, parece que seu filho vai ficar bem,vadiazinha." diz aquela voz...

"Por que você odeia tanto ela assim?" pergunto.

"Se eu te contar,você vai precisar morrer pra guardar o segredo." diz e eu gelo na hora.

"Eu só quero que ela passe pelo que eu passei. Simples." diz,me dá um copo com o que parece ser água,e então não ouço nem vejo mais nada.

...

         Andrew

Mia entra como um furacão em minha casa.

"Olá, Angel." digo e sorriu,mas ela não retribui.

"Você.arruinou.a.minha.vida." diz a garota que eu amo.

Eu o quê?

"Por que está dizendo isso,Mia?" pergunto e toco levemente sua mão, mas ela recua.

"Então você acha normal foder com minha amiga num quarto de hospital quando sua namorada está em coma? Você é um monstro." ela atira as palavras em minha direção como lenha ao fogo.

O que? A trair? Eu não faria isso,não outra vez. Já errei uma vez e não vou repetir isso novamente. Afinal, ninguém erra mais de uma vez quando há algo de importante no meio,e Mia é, com certeza mais importante que minhas atitudes de moleque.

"Você está louca? Não iria te trair de novo como fiz antes,se eu tenho você não preciso de mais ninguém. Quem te disse algo assim?" pergunto mas ela parece não ouvir e se encaminha para a porta.

"Mia Ferrari, quem disse isso?" a chamo mas ela não responde.

"Hoje sua ex namorada está usando uma blusa rosa." diz ela e olha para sua própria blusa e sorri.

Ela não pode fazer isso.

Me apresso a sair pela varanda e ir ao seu encontro,mas então ela adentra num taxi que saiu não sei de onde,abre a janela e murmura um "Tchau,otário" enquanto mostra os dois dedos do meio pra mim. E então o taxi saí, levando a minha Ex namorada e deixando apenas um pequeno pedaço do meu coração, já que ela roubou a maior parte quando fez com que eu me apaixonasse por ela.

∆∆∆∆∆∆

Awnnn. O Drew também tem sentimentos gente <3, mas algo me diz que Dria acaba aqui (choremos) :c.

PS: Capítulos pequenos porque a vida anda meio corrida pra mim,mas prometo compensar com mais capítulos (ainda que sejam igualmente curtos.)

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!